MENU

domingo, 12 de junho de 2016

Foco e Determinação, Fl. 3:12-16


Resultado de imagem para foco e determinação 
Int. O apostolo Paulo foi um gigante no mundo espiritual, alcançou povos, tribos inimagináveis, pregou com determinação e coragem, sem nunca desistir.
Influenciou milhares de pessoas por onde passou, milhares de anos continua e inspirar pessoas.
Qual era o seu segredo além é claro da unção de Deus sobre sua vida.
O seu segredo era “foco e determinação”.

C.M. FOCO: É ter um objetivo, não se distrair para  alcançar ou atingir uma meta, ter prioridade em fazer algo não desvirtuando para outro caminho.
Exemplo de Pedro quando desceu do barco para andar sobre a água, enquanto estava focado em Jesus caminhou, quando perdeu o foco olhando para as altas ondas e reparando a força do ventou começou a afundar; ele perdeu o foco.
DERMINAÇÃO: Ato de permanecer firme num objetivo. Difere da determinação, pela flexibilidade sem contudo se desviar do objetivo final. Condição mental de superar a frustração e continuar perseguindo o objetivo a que se propuseram. Resolução, decisão.
Quando ele diz: Esquecendo-me das coisas que para trás ficam; estava falando de foco.
Dizendo que nada estava tirando sua atenção, ele estava focado, sabia onde queria chegar e nada o tiraria deste alvo.
-Precisamos eliminar tudo que nos tira do foco, atrapalha, quanto a isto precisamos ser radicais.
E, se a tua mão te escandalizar, corta-a; melhor é para ti entrares na vida aleijado do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga, Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga.
E, se o teu pé te escandalizar, corta-o; melhor é para ti entrares coxo na vida do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno, no fogo que nunca se apaga, Onde o seu bicho não morre, e o fogo nunca se apaga.
E, se o teu olho te escandalizar, lança-o fora; melhor é para ti entrares no reino de Deus com um só olho do que, tendo dois olhos, seres lançado no fogo do inferno, Marcos 9:43-47.
Jesus esta falando de foco, eliminar tudo o atrapalha e distrai.
Campeões não se fazem da noite par o dia e nem por acaso, é preciso abnegação  para chegar onde queremos.
No caminho vamos encontrar muitas situações para nos distrair, lutas, dificuldades, família, amigos, namoro, trabalho, dinheiro e etc.
-Conhecemos muitos que com certeza pararam, porque se distraíram e portanto perderam o foco.
-Seja o melhor que você puder, lidere da melhor maneira que puder, concentre seus esforços e não faça nada menos do que seu melhor.

Paulo um homem determinado
“Prossigo para o Alvo”.
Ele permaneceu firme no seu objetivo porque queria chegar e levantar seu troféu.
Muita gente sabe que Hernán Cortés – o foi mais famoso conquistador espanhol do século 16 -- mandou queimar os navios que haviam trazido seus marinheiros e soldados da Europa até a América, com o objetivo de impedir que eles tivessem a tentação de voltar à Espanha. Os homens permaneceram no continente americano para conquistar o Império Inca.
Então falou aos seus soldados: Vocês estão vendo estes navios queimados? Isto quer dizer que não voltaremos com vida para casa a não ser se vencermos a guerra.
Isto era uma pessoa realmente determinada, que se entregou de corpo e alma para completar a sua missão.
Temos outros exemplos de pessoas que não recuaram, perseguiram o alvo ainda que lhes custasse muito caro.
Resultado de imagem para foco e determinaçãoPrecisamos queimar nossos navios também, ou seja; eliminar a possibilidade de fuga, porque conheceremos o nosso verdadeiro potencial se houver um verdadeiro compromisso com a missão.
-Eliseu fez um churrasco
O convite a um jovem chamado Eliseu para ser auxiliar e, depois, substituto de Elias -- um dos mais famosos profetas de Deus (aquele que aparece na cena da transfiguração) -- foi muito interessante. Ele estava arando a terra com um par de bois, na companhia de outros doze pares de bois, quando Elias, passando pelo local, jogou seu manto sobre ele. Ao entender que aquele grande gesto era a oportunidade de deixar sua profissão e sua família, Eliseu largou imediatamente os seus bois e correu atrás de Elias para pedir-lhe uma única coisa: “Deixe que eu vá beijar o meu pai e a minha mãe e depois eu irei com você”. A resposta do profeta idoso foi muito simpática: “Está bem, pode ir, eu não estou impedindo”. Antes ou depois dessa despedida dramática, Eliseu “queimou os seus navios”, isto é, matou os seus bois, “fez fogo com a madeira da canga e cozinhou a carne”. Em seguida, ofereceu aquela carne toda aos que estavam por ali. Foi um churrasco de despedida de sua profissão, de seus instrumentos e de seus companheiros de trabalho. Era o fim da linha. De livre e espontânea vontade. Algo consciente e pra valer (1Rs 19.19-21).
Aqueles bois não para churrasco, era para o trabalho, mas ele sabia que Elias esta chamando para uma missão muito difícil.
E que inevitavelmente seria tentando a voltar para seus bois e ara a terra, por sua atitude de matar o bois ele esta eliminando toda sua possibilidade de fuga.
Matar os bois, usar a madeira do próprio arado era uma maneira de dizer a sí mesmo que ele estava num caminho sem volta.

C. Desta maneira nada lhe tirou o foco porque estava determinado em ir até o fim.
Nosso alvo final é o céu onde estaremos lado a lado com Jesus, não permita que nada tire a sua atenção.
Enquanto estamos aqui vamos fazer o nosso melhor para Deus como fez o apostolo Paulo que no fina de sua vida pode dizer com seu peito cheio de alegria e satisfação.
Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé. 2 Timóteo 4:7
Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas. 1 Timóteo 6:12

Deus abençoe sua vida!

Patos Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA