MENU

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

TENHA FÉ, NÃO TENHA MEDO. Mc. 4:35-40



Int. O Pai celestial nunca perde de vista Seus filhos; isso é um fato real. Ele está sempre conosco. No Salmo 37.25 encontramos uma maravilhosa palavra: “Fui moço e já, agora, sou velho, porém jamais vi o justo desamparado...”. Não podemos negar que às vezes parece que nosso Senhor se esconde de nós, parece demorar muito em nos socorrer.
É nestes momentos que inimigo se aproveita da situação para nos desanimar e nos fazer desistir.
Mas antes de desistir devemos confiar um pouco mais, esperar um pouco mais, orar um pouco mais, clamar um pouco mais...

Resultado de imagem para jesus no barcoC.M. Quando os discípulos de Jesus estavam atravessando o mar da Galiléia, por ordem de Jesus uma tempestade os atingiu: Viver na obediência não significa ausência de lutas, significa que apesar das grandes lutas sairemos vencedores em Cristo. Romanos 8:37-39 Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou.  Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.
 Quando estamos na obediência nada pode impedir a que alcancemos a vitória, ainda que tudo diga que não, mas a apalavra de Deus garante que sim, vamos vencer.

Jesus estava dormindo na popa do barco enquanto o vento açoitava o barco. Os discípulos tentaram de todas as maneiras resolverem a situação e não puderam, acordaram a Jesus com uma pergunta em tom de censura: Mestre, não te importa que pereçamos?
Não esta nem aí para o nosso problema? Não te importa com nós? Este era o tom da pergunta dos discípulos, estavam cobrando uma atitude de Jesus diante daquela situação.
Às vezes agimos assim também, achando que a resposta esta demorando e que Deus demora em agir.
Mas a resposta de Jesus mostra claramente onde esta o problema!

Jesus repreendeu o vento e acalmou o mar, e depois, perguntou aos discípulos: Como é que sois assim tímidos, como é que não tendes fé?  Eles deveriam ter fé e não medo, deveriam se impor diante daquela situação e não agir com timidez.
Dizemos algumas vezes que temos fé e somos inseguros, falta-nos ousadia para ir em frente em nossos projetos, para cumprir um voto, para obedecer a ordem de Jesus.
O problema esta em nós, não na demora da resposta de Deus, porque ele sempre age na hora certa.

Por que aqueles discípulos deveriam ter fé e não medo?  Por algumas Razoes bem simples.
1- Porque Jesus havia dado uma ordem para passarem para o outro lado do mar!
2- Porque Jesus estava com eles! Porque Jesus estava no controle da situação!
3-Não precisamos ter medo, precisamos ter fé. Se olharmos para as circunstâncias, vamos temer; porém, se olharmos para Jesus, vamos confiar, ainda que a tempestade esteja conspirando contra nós!

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Uma queixada de jumento, Jz. 15:10-20


Resultado de imagem para queixada de jumento 
Int. Sansão foi um homem escolhido por Deus para fazer a diferença em sua geração.
Deus lhe deu dons especiais para que ele cumprisse o proposito de Deus para sua vida.
Deus nos chama e primeiro nos capacita para sermos bem sucedidos naquilo que nos chamou para fazer.
 Nazireu é o nome dado a pessoa que fez um voto (uma promessa) que na Bíblia é chamado [voto de nazireado]. Esse voto que se fazia a Deus, foi descrito de forma detalhada em Números 6. 1-21. Abaixo os detalhes do que a pessoa que fez esse voto não podia fazer:

– Terá que se abster de vinho e de outras bebidas fermentadas; Nm 6. 3
– Não poderá beber vinagre feito de vinho ou de outra bebida fermentada; Nm 6. 3
– Não poderá beber suco de uva nem comer uvas nem passas; Nm 6. 3
– Não poderá comer nada que venha da videira, nem mesmo as sementes ou as cascas;Nm 6. 4
– Durante todo o período de seu voto de separação, nenhuma lâmina será usada em sua cabeça; Nm 6. 5
– …Não poderá aproximar-se de um cadáver. Mesmo que o seu próprio pai ou mãe ou irmã ou irmão morra. Nm 6. 6-7
Esse é o voto de nazireado. Sansão, um nazireu, quebrou todas as proibições exigidas pelo voto e, por isso, foi reprovado por Deus.

C.M. Precisamos saber que é através do poder de Deus as dificuldades serão superadas, serão vencidas por causa da unção de Deus sobre nossas vidas.

1- Sansão é amarrado com uma corda: Mas de repente veio o Espirito de Deus sobre ele e as cordas se partiram como se fosse queimadas.
Isto é a fidelidade de Deus agindo em sua vida.
Talvez você hoje esta amarrado, travado, não consegue avançar, mas lembre-se, é na unção de Deus que avançamos.
Não através de nossas habilidades, “não por força ou poder, mas pelo meu espirito diz o Senhor”.
Nós assim como Sansão fomos separados por Deus para fazer também a diferença em nossa geração, e por isto a bíblia diz: Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso espírito, para que possais discernir qual é a vontade de Deus, o que é bom, o que lhe agrada e o que é perfeito. Romanos 12:2
Nada para Sansão era difícil, Deus estava agindo em sua vida com um propósito de libertar Israel das mãos de seus opressores.
Foi assim até que ele começou a quebrar sua aliança com Deus.
Ele começou a sentir-se independente, queria fazer do seu jeito, da maneira como achava melhor.

Uma queixada de Jumento: Sansão era um homem forte, acostumado com vitórias. Acostumado a está por cima. Acostumado com o sucesso:
· Era alguém disposto a tudo para ter sucesso, inclusive quebrar seus votos diante do Senhor, pois nesse texto ele ignora o fato de ser nazareno e toca no corpo de um animal morto, e dele retira-lhe a queixada.
Ele simplesmente ignora a aliança dele com Deus, queria vencer a qualquer custo, nem que pra isso sua aliança com fosse quebrada.
Após vencer todos os adversários, derrotando os mil inimigos filisteus ele se sente no topo da vida, e batiza aquele lugar de Ramate-Leí (em hebraico: o “Monte” da queixada).
· Muitas vezes nos sentimos assim, nos tornamos pessoas movidas por vitórias. Só queremos contar vantagens. Corremos atrás de status e elogios que nos massageiem o ego.
· Queremos ter um bom casamento. Uma família perfeita. Queremos um bom emprego, com um bom salário. Uma boa casa. Um carro. Queremos sempre está em Ramate-Leí, o lugar mais alto, o “Monte” da Queixada.
Nem que pra isto nossa comunhão com Deus seja comprometida.

Talvez Sansão esquecesse qual era a sua fonte de unção e vitorias:  Sanção já tinha o Espírito de Deus operando em sua vida (v.14). Sempre que o Espírito do Senhor vinha sobre ele uma força especial o impulsionava para a vitória. Mas mesmo assim Ele lançou mão do que era errado, tocou no cadáver de um animal, mesmo tendo Deus lhe proibido; tudo isso para que a qualquer modo ele pudesse alcançar seus objetivos.
O final disto é sempre dor, sofrimento e muitas vezes arrependimento.

Sentiu grande sede: Após conquistar tudo o que queria o texto diz que Sanção "sentiu grande sede" (v.18a):
· Sentiu sede porque estava perto do sucesso, mas longe de Deus e isso é igual ao fracasso.
· Sentiu sede porque descobriu que nenhuma vitória física, material, sentimental ou de qualquer outra natureza irá conseguir substituir um relacionamento sincero e real com Deus.
· Sentiu sede porque percebeu que somente Deus poderia preencher o seu vazio existencial.
Muitos hoje estão arrebentados em sua alma, desistiram dos sonhos de Deus para sua vidas para conservar o status, vivendo uma farsa, transmitindo uma imagem de que tudo está bem, mas não passam de sepulcros caiados, cheios de angustia e sofrimento em suas almas.

Água da roxa: Deus é fonte de misericórdia e perdão, mas até quando vamos brincar com Deus?
Deus fendeu a caverna e dela saiu água, e o milagre da vida voltou quando sanção bebeu, “recobrou alento e reviveu”.
Deus mais uma vez mostrou a Sansão de que somente Deus é fonte que sacia nossa alma.
Mas mesmo assim Sansão persiste em sua caminhada sem se importar muito com as consequências, seu final foi muito triste.

C. A triste historia de Sansão nos mostra que não vale a pena viver sem horar nossa aliança com Deus.
Que não vale a pena ignorar a palavra de Deus.
Eu não posso simplesmente escolher o que eu quero obedecer. Dt. 28
A palavra de Deus precisa ser obedecida sempre!

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Fogo, Pão e Peixe. João, 21

Int. A caminhada com Deus é cheia de desafios, nossa vida é assim também.
Atravessamos desertos escaldantes, terrenos íngremes e caminhos tortuosos, onde muitas vezes nos ferimos e ficamos com cicatrizes.
Mas é possível vencer estas barreiras, transpor estes obstáculos quando estamos focados em nosso alvo que deve ser o céu.
Lá no céu é lugar de recompensa, de descansarmos de nossas lutas e batalhas que aqui travamos.

C.M. os discípulos de Jesus estavam enfrentado a primeira grande batalha após a crucificação do mestre Jesus.
Haviam desistido do sonho de Jesus para suas vidas porque Jesus tinha morrido, porque sabiam que eles morreriam também.
Hoje o cenário ainda não mudou; muitos não querem o ministério ou alguma visão para suas vidas porque sabem que terão que enfrentar oposição espiritual, que terão que travar intensas batalhas espirituais.

1- Os discípulos decidiram ir pescar: Ora isto é; voltaram para a mesma vida que viviam antes de conhecer e andar com Jesus.
Estavam decepcionados com o desfecho da historia, estavam acostumados com um Jesus forte e poderoso, que ordenava e os milagres aconteciam, demônios lhe obedeciam.
Achavam que eles nunca enfrentariam medo, solidão, achavam que andando com Jesus estariam imunes a qualquer tipo de sofrimento.
Quando Jesus foi crucificado desabaram, e desistiram de seguir os seus passos, não conseguiram manter a fé e o entusiasmo do começo da caminhada.

Resultado de imagem para fogo pao e peixe2- O mesmo cenário: O mar de Tiberíades foi o cenário que Jesus os encontrou novamente, era o mesmo de três anos através quando Jesus os chamou para o ministério.
A cena era idêntica.
Pela segunda vez estavam desanimados, fracassados e desiludidos. Mas uma vez a situação era dolorosa para eles, estavam sem Jesus por perto e tudo estava dando errado para eles.
-Porque as pessoas insistem tentar sem Jesus? Quando isto acontece o fracasso é inevitável, apenas uma questão de tempo.
-Eles decidiram ir pescar, mas Jesus não estava por perto, Jesus o tinhas chamado para pescar homens, eles estavam insistindo querendo pescar peixes.

3-Lança do lado direito e achareis: Ao clarear o dia Jesus surge no cenário da dor e decepção para despertá-los, tirar a venda de seus olhos.
Aquela noite tinha sido difícil, dolorida porque sempre que Jesus não esta presente a cena se repete e pior que muitos ainda assim mesmo querem insistir.
Quando eles obedeceram a voz do mestre o milagre aconteceu, cento e cinquenta e três grandes peixes pularam para dentro daquela rede.
Este tipo de milagre só acontece quando obedecemos à voz de Deus, a porta que ele abre por meio da obediência nos surpreende muitas vezes.

4-Jesus tem o que precisamos: Quando chegaram em terra Jesus estava com peixes sobre brasas e pão.
Estes ingredientes que Jesus esta de posse era exatamente o que precisamos, e que os discípulos estavam tentando sem a presença dele.
Ele tinha peixe sobre as brasas e pão!

Brasa é fogo de Deus, a mesma brasa que um querubim tirou do altar e tocou os lábios de Isaias consagrando ele desta maneira para o ministério de profeta. Is. 6
Fogo de Deus nos ensina muitas lições ainda:
*Protege do frio, esta foi a causa do povo de Israel suportar o deserto enquanto caminhavam a noite, o anjo do Senhor e como coluna de fogo sobre eles para lhe mostrar o caminho e também protege-los do frio. Ex. 13:21.

*Confere poder, no dia de pentecoste os discípulos foram revestidos de poder porque o Espirito Santo desceu sobre eles como línguas repartidas como fogo. At. 2
A partir deste momento a vida deles mudaria para sempre, este poder deu a eles autoridade para falar, viver e andar de forma vencedora mesma diante dos grandes desafios que enfrentaram.

*É a presença de Deus: 2Cr. 7 e Dt. 4:24. Este fogo simboliza a presença do próprio Deus por isto não podemos abrir mão dela.
O que Jesus estava dizendo para seus discípulos era que tudo o eles precisavam para uma vida de sucesso , ele tinha a receita e os ingredientes. 2Cr. 7:1 E acabando Salomão de orar, desceu o fogo do céu, e consumiu o holocausto e os sacrifícios; e a glória do SENHOR encheu a casa.

Revela a ação do mal: Quando estava na ilha de Malta precisaram acender uma fogueira para se aquecerem devido ao frio intenso.
Tinha feixe fora do fogo, quando Paulo pegou e jogou no fogo uma serpente venenosa saltou do feixe fugindo do calor do fogo e o mordeu.
Feixe em salmos 126 é comparado a pessoas, no calor do fogo é que sabemos quem é quem, qual o verdadeiro espirito que esta agindo ali.
No calor das batalhas  nos é revelado quem esta ao nosso lado, na mesma visão, para ajudar ou atrapalhar, comprometido ou apenas envolvida, indiferente ou para fazer a diferença.

*Separa os escolhidos de DeusSl. 29:7 A voz do Senhor separa as labaredas do fogo.
Muitos são chamados, mas muitos poucos são escolhidos, porque primeiro precisam passar pelo fogo para serem aprovados pelo Senhor Deus todo poderoso. Somente os que aceitam os desafios faram a diferença, passara a sua geração e deixaram a sua marca e contribuição.

*Peixe: Providencia de Deus. Mas, para que os não escandalizemos, vai ao mar, lança o anzol, tira o primeiro peixe que subir, e abrindo-lhe a boca, encontrarás um estáter; toma-o, e dá-o por mim e por ti. Mateus 17:27.
Prosperidade que Deus dá aqueles que ouvem a sua palavra e a obedecem.
Apenas uma ordem Jesus deu: laçai do lado direito de barco. Quem crer vive os milagres que ele tem par os seus, os demais ficam murmurando.

*Pão, Alimento para a alma. Jesus é o pão que desceu do céu para satisfazer a nossa alma afita e inquieta.
Este pão traz alivio, cura e restauração para nossa alma. Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo. João 6:51
A alma humana não precisa de remédios pesados para descansar, precisa ser alimentada com o alimento certo que é Jesus.
C. Jesus deu aos os discípulos todos os ingredientes para viver uma vida abundante e mais, ensinou como preparar os alimentos.
Ele tinha o fogo, pão e o peixe, não precisa buscar em outra fonte ou em outro lugar, ele é suficiente para nos saciar.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA