MENU

domingo, 25 de dezembro de 2016

Motivos para Celebrar o Natal Texto: Lc. 2:8-20



Int. Há uma infinidade de artigos nos jornais, internet, revistas e etc. Argumentando que o natal é uma festa pagã, e que não devemos comemorar.
Resultado de imagem para jesus o verdadeiro natalAlguns argumentos utilizados são: As saturnálias eram uma antiga festividade da religião romana dedicada ao templo de Saturno e à mítica Idade de Ouro. Era celebrada sempre no dia 17 de Dezembro. Com o passar do tempo, este festival pagão teve sua duração extendida para uma semana completa, terminando a 23 de Dezembro. As Saturnálias tinham início com grandes banquetes, sacrifícios e orgias. Os participantes tinham o hábito de saudar-se com “io Saturnalia”, acompanhado por doações de pequenos presentes . Durante estes festejos, os escravos podiam considerar-se temporariamente homens livres, e como tal podiam comportar-se. Era escolhido por sorteio um princeps – uma espécie de caricatura da classe nobre – a quem se entregava todo o poder. Na verdade a conotação religiosa da festa prevalecia sobre aquela social e de “classe”. O princeps vinha geralmente vestido com uma máscara engraçada e com roupas vermelhas (a cor dos deuses), daí a origem das vestes de “Papai Noel”.
Este princeps era a personificação de uma divindade do mundo subterrâneo, que era identificada às vezes com o deus Saturno, às vezes com Plutão, responsável pelas almas dos defuntos. Também era considerado potetor das campanhas e das colheitas.
Os romanos acreditavam que estas “divindades”, saídas das profundezas do solo, vagassem em cortejo por todo o período invernal, isto é, quando a terra repousava e não era cultivada por causa das condições climáticas. Deviam então ser aplacadas com a oferta de presentes e de festas em sua honra e, além disso, induzidas a retornar ao além, de onde favoreceriam as colheitas da estação estiva. Como não se podia cultivar naquela época, festejava-se tanto quanto podia, e a festa da brunária se dava no dia 25 de dezembro, logo após o final da saturnália.
O nascimento da divindade pagã, Mitra também era comemorado no Solstício de inverno. Já foram encontradas figuras do pequeno Mitra em Treveris e a semelhança com as representações cristãs do Menino Jesus são incontestáveis. Isso demonstra um claro sincretismo, onde o mitraismo foi fonte e o cristianismo o destino. Esta foi uma das razões que levaram tantos pesquisadores e verdadeiros cristãos a recomendarem que as igrejas não participem de festividades natalinas. No calendário romano este solstício acontecia erroneamente no dia 25, em vez de 21 ou 22. Os romanos o comemoravam na madrugada de 24 de dezembro. Também era esta a data da celebração do deus sol invictus, levado por Heliogábalo ao império romano a partir de sua cidade persa, Emesa, como já citamos. Celebrava-se, então, o “Nascimento do Sol Invicto” como alusão do alvorecer de um novo sol.

C.M. A grande verdade é que a luz da bíblia não há como saber a data do nascimento de Jesus.
Porém, este o homem mudou a história da humanidade, dividiu a história ao meio.
A história se dá antes de Cristo e depois de Cristo.
Homem este que bilhões ao redor do mundo dizem seguir seus ensinamentos, e tantos outros mesmo não o seguindo, admiram.
 Diz o texto em Lucas que o anjo anunciou as boas novas e logo uma grande cantata com um número incontáveis anjos festejando o nascimento daquele que veio para salvar o mundo.
Os pastores foram a Belém festejando este grande acontecimento.
Os reis magos da mesma forma foram festejar e presentear, aquele mudaria a história da humanidade. Mas lembre-se; a festa começou primeiro no céu com os anjos.
Diante dos fatos bíblicos e históricos, os argumentos para não comemorar o natal se tornam pequenos demais, nulos, sem importância nenhuma. Pouco importa se foi em dezembro, janeiro fevereiro... o nascimento de Jesus. Porque um grande acontecimento merece uma comemoração digna.
Final o nascimento dele marca um novo tempo para a minha vida e a sua. ISAÍAS 9 1:7 O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; sobre aqueles que habitavam uma região tenebrosa resplandeceu uma luz.

Alguns motivos para comemorar o nascimento do Salvador

1-      Boa nova de grande alegria: O anjo esta dizendo que o fato é digo de grande alegria, porque todo o povo ganhava naquele momento um presente incomensurável. O nascimento de Jesus nos trouxe o direito de ser feliz.
Deus desejou isto para seu povo; alegria. “Pois a alegria do Senhor é a nossa força.”
O que os demais fazem do natal é problema deles, cada um dará conta de sí próprio no dia do juízo.

2-      Que será para todo o povo: Todos podem desfrutar dos benefícios do plano de Deus.
Muitos querem Deus somente para si, ele não veio apenas para um ou outro, ele veio para o mundo. Jo. 3;16

3-      Nasceu o salvador: O que pode ser maior, salvação que todo o ser humano precisa ao alcance de todos.
Nada se compara a isto, natal significa que podemos ser salvos, de graça “porque pela graça sois salvos”
Não é isto motivo de grande comemoração?
Não existe outro meio, outra porta, outra possibilidade para sermos salvos, só em Jesus.
        4-Que é cristo: Em hebraico cristo quer dizer Messias, em grego Cristo quer dizer Ungido, Jesus o messias, Jesus o ungido. Ele foi ungido por Deus pra quê? Lc. 4: 18-19            O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do Senhor.
Isto é natal! Os pobres de alma sendo restauradas, feridas no coração sendo curadas, libertação dos aprisionados pelas drogas, tristezas, destruições, etc. Cegos espiritualmente falando agora vendo com clareza as grandezas de Deus. Que motivo para comemorar o natal, você não acha?
5-      Que é cristo o Senhor:  Isto era um motivo e tanto para o povo comemorar, porque eles tinham até então um único senhor que era Tibério César.
Agora estava chegando um que era maior do que Cesar.
Isto significa que o domínio das coisas terrenas, carnais já eram, em Jesus veio trazer a libertação e a chance da verdadeira adoração. Escravidão nunca mais eles nos trouxe o direito de viver livres. “Se o filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres”

C. Motivos para comemorar o natal (nascimento do nosso rei) não faltam, somente para os de mente pequena que não conseguem enxergar essas e outra verdades explicitas  da palavra de Deus.



quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Basta apenas uma Palavra, Lc.8:49-50



Int. O caos havia se instalado na vida e na família de Jairo.
Tinha uma função nobre, as competências do chefe da sinagoga eram a presidência da assembleia, interpretar a lei, decidir sobre questões legais, administrar a justiça, abençoar os casamentos e decretar os divórcios.
Homem tão respeitado e admirado por todos agora vivia seu drama familiar, uma filha a beira da morte sem que ele nada pudesse fazer.
Resultado de imagem para jairo chefe da sinagogaAssim como Jairo muitos se encontram em situações dramáticas também, embora tendo uma vida financeira estabilizada falta lhe o principal, a presença de Jesus em seu coração para fazer a diferença nos momentos de dificuldades. Porque o que fazia nas sinagogas eram apenas liturgia, não havia mais vida com Deus.

C.M. O que Jairo poderia fazer para salvar sua filha?
Procurou os médicos, meios alternativos e nada, por ultimo vai até Jesus.
Talvez como último recurso, já não havia mais alternativas, então busca ajuda naquele que era sua única saída.
Parecia que agora tudo estava sob controle.
Então surge alguém para dizer não incomode o mestre, já não adianta mais sua filha morreu.
Jairo poderia deixar entrar esta palavra em seu coração, poderia ter desabado ali mesmo e chorado, ou sair correndo em desespero para sua casa e abraçar o corpo e sua menina morta.
Porque a situação que parecia estar controlada fugiu totalmente do controle.
Mas Jesus tinha uma palavra para aquele momento doloroso que Jairo estava vivendo! Ele tem uma palavra para você também.
“Não temas, crê somente e ela será salva.”
-Enquanto o inimigo te diz já era, acabou.
Jesus te diz não temas!
O diabo tenta através de palavras malditas desencorajar você, desmotivar e impedir que você vá adiante.
Para vencer este mal precisamos neste momento ouvir o que Jesus tem para nos dizer e confiar plenamente nele e na sua palavra que nunca falha.

1-Não temas: Seja corajoso enfrente os desafios, as dificuldades confiando em Jesus. Não te mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares. Js. 1:9.
É muito fácil servir e andar com Jesus enquanto tudo esta muito bem, mas e naqueles momentos em para que tudo parece estar errado.
Nada podia ser pior para Jairo do receber aquela noticia da morte de sua filinha, neste momento Jesus pede a ele que tenha coragem em vez de medo.
É assim conosco também, Jesus esta nos chamando para vencermos nossos desafios com coragem.

2-Crê somente: Tudo o que precisamos em muitos casos é crer. Existem problemas e situações que nada podemos fazer além de crer na intervenção sobrenatural do nosso Deus.
Não importa o tamanho de sua luta precisamos crer, olhar pela fé e ver nosso milagre acontecendo, a porta se abrindo, a cura acontecendo, o mar se abrindo. Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Hebreus 11:1.

3-Ela será salva: Jesus falou esta falado, sua palavra uma vez saindo de sua boca não tornara para ele fazia.
Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. Isaías 55:11.
Quando ele decide nos abençoar nada pode impedir, portanto lancemos fora o medo e crendo de todo coração em Jesus certamente sua palavra se cumprira em nós.
C. Em que lado você esta?
De um lado o inimigo usando pessoas com palavras malditas para nos fazer desistir e nos levar a derrota.
Do outro lado Jesus nos manda não temer e crer somente nele.
A palavra de Jesus basta!
Embora a vida de Jairo estava num caos, Jesus chegou e mudou tudo, pode ser assim na sua vida também.
Por isto não tenha medo de entregar sua vida pra Jesus.
Sua palavra basta para curar, salvar libertar...
Fique do lado de Jesus, ainda que muitas vezes pareça difícil confiar nele, mas sempre vale apena.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

domingo, 18 de dezembro de 2016

Calebe um exemplo de fé, coragem e perseverança. (Nm 13.1-6).


Int. Calebe era um jovem corajoso, e ao retornar com o grupo de espias, não concordou com o relato dado pelos mesmos a Moisés a respeito da terra de Canaã, levando todos os filhos de Israel ao desânimo e à murmuração, quando disseram que as cidades eram grandes e fortes, o povo poderoso e diante dos gigantes, filhos de Anaque, se sentiram como gafanhotos e assim também aos olhos deles (Js 14.6-14).

Mas Calebe não se conformou em ser chamado de ‘gafanhoto’, sabia do valor que ele tinha diante de um Deus que havia demonstrado o seu cuidado e poder para com eles, e lhe ajudaria a conquistar aquela terra. Josué foi um dos espias e seu companheiro de fé, e quase foram apedrejados não fosse a intervenção divina  naquele momento(Nm 14.6-10). Pelo erro dos outros, Calebe foi penalizado a perambular 40 anos pelo deserto até que todos que murmuraram contra o Senhor morressem, para então herdar a terra prometida (Nm 14.29-38).

C.M. Podemos ver em Calebe algumas características de um conquistador!
1-Coragem e determinação mesmo diante da dificuldade V30: Ele tinha visto que o desafio era grande, o adversário era forte, mesmo assim cheio de coragem e determinação ele estava disposto a ir e lutar pela terra que Deus lhes tinha prometido.
Quando toda a congregação de Israel estava sucumbindo, ele esta de pé, confiante e cheio de esperança de conquistar o seu sonho.
Hoje tem pessoas abrindo mão de lutar pelo projeto que Deus tem para sua vida, família e ministério por que tem enfrentado dificuldades na caminhada.
O caminho pode em muitos momentos parecer difícil, mas Deus caminha conosco, a possibilidade de conquista é 100%.
Calebe sabia disto e por isso mesmo em meio a pequena possibilidade de vitória, diante de um adversário tão poderoso ele se demostrava corajoso, determinado e muito animado para ir e conquistar sua vitória.

2- Homem cheio de fé Nm. 14-8-10: Enquanto toda a congregação chorava e lamentava por causa da adversidade Calebe e Josué acreditavam na vitória porque sabiam que ele vinha da parte de Deus.
A fé é indispensável para quem deseja ser um conquistador, ser bem sucedido, para viver na vontade e o proposito de Deus em sua vida.
Porque a fé vê o que outros não veem. Calebe e Josué viram as mesmas coisas que os demais espias que foram espiar a terra, porem os relatórios deles eram diferentes.
Enquanto os demais viram os homens fortes e imbatíveis, eles viram homens fortes e vencidos por eles.
Enquanto os outros se viram como gafanhotos sendo devorados pelos  adversários, eles viram os seus adversários como pão sendo devorados por eles.
Isto é fé, ela nos move em direção a conquista de Deus para nossas vidas, a fé vê o que ninguém vê, ouve o ninguém mais ouve. Porque pela fé sabemos que o Senhor é nossa força, e credita a vitória a ele.
Por causa desta atitude Deus fez promessa a ele, V24.
Nossas atitudes diante das adversidades fazem a diferença, Calebe tinha perseverança, coragem e fé isto chamou a atenção de Deus sobre sua vida.
Deus prometeu que ele e sua descendência herdariam a terra, promessa de Deus para suas vidas.

3- O tempo de espera não abalou sua fé, coragem e determinação: Js 14.7-13. O tempo de quarenta e cinco anos não abalou sua fé. Ele continuava como antes, fiel, determinado e corajoso, com muita disposição para lutar e vencer.
Ele tinha uma promessa e queria ver essa promessa se cumprindo em sua vida porque ele sabia que tinha andado com fidelidade e integridade diante de Deus durante todo aquele tempo.
Entendeu que o tempo de Espera foi preparatório para que estivesse pronto para conquistar sua promessa.
O tempo de Deus  trabalha a nosso favor nos preparando em todas as áreas para conquista o que Deus tem os prometido.
Poucos são os que entendem esta verdade!

C. Calebe nos ensina passos importantes para a conquista.
  1. Perseverança em esperar o dia de realizar o seu sonho.
2. Fé e confiança que Deus iria ajudá-lo a realizar o sonho.
3. Não perdeu o ânimo de querer realizar o seu sonho.
Muita coisa aconteceu no deserto durante esses 40 anos, mas estava ali Calebe perseverando, guardando no coração a realização do sonho que tinha base na promessa recebida do Senhor. Josué assume a liderança após a morte de Moisés, e toda Canaã é conquistada pelo povo israelita e chegou o momento da distribuição da terra com as tribos de Israel.

Deus abençoe sala vida!


Pastor Luciano Silveira

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Quem eu sou? Ap.1:6



Int. É muito importante eu saber quem de fato eu sou em Deus.
Sem ele nos sabemos que não somos nada, muitas pensamos que somos alguma coisa.
Resultado de imagem para reino e sacerdoteMas não conseguimos respirar, andar nos mover sem ele; sem ele não existimos.
At.17: 28 porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos vossos poetas disseram: Pois somos também sua geração.

C.M. A bíblia diz que Jesus nos fez reis e sacerdotes para Deus.
E o que é ser rei?
É um chefe soberano de um reino.
É aquele que governa com autoridade. Deus nos deu autoridade espiritual para pisar serpentes e escorpiões e toda força do mal. Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum. Lucas 10:19.
Jesus conquistou este direito para nós na cruz, cabe a nós viver como rei, com autoridade, fazer isto em nossas vidas através da fidelidade e obediência a palavra de Deus.
Um Reino só existe por causa do Rei.

E o que é ser Sacerdote?
É aquele que oferece a Deus um sacrifício de adoração, é aquele que se aproxima do altar.
É um mediador entre o homem e Deus, é o intercessor, aquele que representa o homem diante do trono do Todo Poderoso, afim, de que a redenção e o perdão sejam aplicados.
Deus tem nos chamado para sermos abençoadores, transmitir a outros o que temos recebido dele através do Espirito Santo.
Então o Senhor Deus vem e afirma: “Vós sereis para mim um reino sacerdotal e povo Santo.”
Êxodo 19:6. “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais agradáveis à Deus, por Jesus Cristo.”
Está escrito em I Pedro 2:5;9.
E outra vez mais nos diz: “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” Você está vestindo o manto de um sacerdote e a coroa de um rei?
Fomos feitos reis da terra.
A promessa nos fala de uma coroa: “A coroa da vida!”

Temos o governo e a autoridade de Deus em nossas mãos.
A Bíblia diz que Jesus é o Rei dos reis.
“E na veste e na sua coxa tem escrito este nome: Rei dos reis e Senhor dos Senhores”. - Apoc. 19:16.
Tudo isto por causa de você – você é rei!
Então do meio dos reis, há um rei maioral, é o Rei sobre todos os outros reis, o chefe soberano e o seu nome é Jesus! Ele deve reinar em nossas vidas de forma absoluta, só assim vamos conseguir exercer nosso reinado de autoridade espiritual.
Você é sacerdote! Mas Jesus é o Sumo-sacerdote entre nós!
É o Sacerdote maioral, é o supremo entre todos.
Jesus é o Sacerdote de toda a terra.
Precisamos nos sujeitar a ele, sua vontade para vivermos na plenitude do Espirito Santo.

C. Jesus mudou nossa sorte de escravos para reis, de condenados para sacerdotes.
 Aquele que nos ama e com seu sangue nos lavou de nossos pecados e nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai.
Tirou-nos da escravidão do pecado, mudou nossa sorte, nos fez livres, hoje somos mais que vencedores em Cristo Jesus. E é isto mesmo que nós somos, mais que vencedores em Cristo!
A ele toda honra e toda glória, amém.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

domingo, 11 de dezembro de 2016

Josias um Vencedor de Excelência 2Cr. 34



Int. Hoje vamos falar de um rei que assumiu o trono com apenas oito anos de idade.
Resultado de imagem para rei josiasJosias tornou-se rei de Judá, com a idade de oito anos, após o assassinato de seu pai, o rei Amom, e reinou por 31 anos.
Como uma criança de apenas oito anos poderia comandar uma cidade?
Talvez o salmo oito explique um pouco este acontecimento. Da boca das crianças e dos que mamam tu suscitaste força, por causa dos teus adversários para fazeres calar o inimigo e vingador. Salmos 8:2.

1º – JOSIAS BUSCAVA A DEUS
Por buscar a Deus, Josias o conhecia. No 8º ano de seu reinado, isto é, quando ele tinha ainda 16 anos, a bíblia nos diz que ele começou a buscar a Deus. Queria te encorajar nesta hora, porque não importa sua idade, se você se acha pequeno  ou incapaz ou até mesmo imaturo, você precisa descobrir o que a Palavra de Deus diz a seu respeito e ela nos diz que o Senhor te fez rei e sacerdote. Rei para liderar, como Josias fez com o povo de Israel e sacerdote para adorá-lo, buscar a Deus, como Josias também fez.
Como resultado desta busca por Deus, Josias tomou atitudes, que acabaram com a idolatria em Israel.

2º – JOSIAS PURIFICA A TERRA DE ISRAEL
Tudo o que contrario a vontade de Deus em sua terra Josias foi contra, destruiu, portanto purificou e santificou aquele povo.
Idolatria é tudo aquilo que você colocar em primeiro lugar na sua vida antes de Deus. Hoje o Senhor te convida a buscá-lo a fim de que você tome um posicionamento ao Seu lado, lançando para fora, destruindo tudo aquilo que te faz pecar contra Deus. Você já pensou em acabar com a idolatria na sua casa? No seu bairro? Cidade? Nação? Não estamos falando de coisas pequenas, Deus te chamou para conquistar territórios. É claro que você começa com pouco, mas se for fiel neste pouco, sobre o muito o Senhor te colocará! Você já pensou em acabar com a idolatria na sua vida? Com apenas 20 anos de idade, ainda jovem, Josias destrói, derruba e reduz a pó, todas as imagens de escultura e altares em Israel (vs 3, 4 e 7). Ainda jovens, fomos chamados para sermos agentes transformadores desta geração. Devemos orar e tomarmos posição para purificarmos nossa vida, nossa casa, nossa cidade, nossa nação. Por onde passarmos deve haver mudança, porque somos reis e sacerdotes, líderes e adoradores.

3º – JOSIAS REPARA O TEMPLO

Após haver purificado a terra, com 26 anos, Josias manda consertarem e repararem a casa do Senhor (v.8).
Josias se preocupou coma casa de Deus, sua manutenção e sustento, intendeu que era sua responsabilidade como filho de Deus cuidar da casa de seu pai.
 A bíblia nos diz em 1 Pe 2.5 “Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual”. Nós somos a casa do Senhor hoje. O que temos em nossa vida que precisa ser reparado por Deus? Hoje Deus quer te fazer de novo, mudar sua vida e seu interior, mudar seu coração.
Josias tomou a atitude de reparar o templo, você hoje quer tomar esta atitude? Permita-se ser tocada por Deus no dia de hoje!

4º – JOSIAS SE DISPÕE A OBEDECER A PALAVRA DE DEUS
Quando Josias se dispõe a reparar o templo, um dos homens que estava trabalhando achou o livro da Lei (v.15).
Resultado de imagem para rei josiasE Safâ leu o livro para Josias (v.18). Ao ouvir as palavras daquele livro, Josias rasgou suas vestes e veio sobre ele temor de Deus, arrependimento, quebrantamento. Ao ouvir as palavras deste livro, como nos comportamos? Ah, isto não é para mim? Ou… Não preciso disto? Ou até mesmo sabemos que estamos erradas, mas preferimos continuar no pecado a abandonar nossos brinquedos pecaminosos de idolatria. O povo de Israel pecava com sua idolatria a outros deuses, eles desobedeceram ao que estava escrito na Palavra de Deus. Não ficamos muito longe deles quando desobedecemos a Deus e ao que está escrito na bíblia.

Josias teve uma atitude de quebrantamento, humilhação, arrependimento (v.27-28). Será que como ele, reconhecemos nossos erros diante do Senhor, nos humilhamos, ou o máximo que chegamos é um simples pedido de perdão que demonstra mais um remorso do que um arrependimento verdadeiro? Lembre-se Deus está perto de quem tem um coração quebrantado!
Por causa da humilhação de Josias Deus lhe fez uma promessa (v.28).

5-JOSIAS TEVE CORAÇÃO GRATO PARA OFERTAR NA CASA DE DEUS
Ora, Josias deu aos filhos do povo, a todos que ali estavam, cordeiros e cabritos do rebanho em número de trinta mil, todos para os sacrifícios da páscoa, e três mil novilhos; isto era da fazenda do rei. Também os seus príncipes fizeram ofertas voluntárias ao povo, aos sacerdotes e aos levitas; Hilquias, Zacarias e Jeiel, chefes da casa de Deus, deram aos sacerdotes, para os sacrifícios da páscoa, dois mil e seiscentos cordeiros e cabritos e trezentos novilhos.
2 Crônicas 35:7,8.
Coração grato pelas maravilhas que Deus estava fazendo no meio do seu povo levou Josias a ofertar com alegria para a casa de Deus.
O sentimento que nos leva dizimar ou ofertar na casa de Deus deve ser a gratidão por tudo o que tem nos feito e ainda vai fazer.
6º – JOSIAS PREGOU PARA TODOS A PALAVRA DE DEUS
Josias leu todas as palavras do livro da aliança (v.30) a todo o povo. Ele ministrou a palavra do Senhor a todo o povo. Você tem noção disso? Já pensou em reunir toda a cidade abrir a bíblia e ler todas as palavras para estas pessoas? Foi exatamente isso que Josias fez. E fez ainda mais: além de ter lido ele fez uma aliança perante o Senhor, para que todo o povo seguisse a Deus e guardasse seus mandamentos de todo o coração, com toda a alma, cumprindo as palavras que estavam escritas no livro. Deus quer nos usar no meio desta geração, assim como usou Josias naquele tempo. Para que ensinemos a Sua Palavra e levemos jovens a terem uma aliança com o Senhor como nós temos. Ele quer que assim como Josias, tenhamos coragem, ousadia, para acabar com a idolatria e o pecado desta geração. Que sejamos jovens sem medo de se expor por amor a Cristo, Ele quer que sejamos conhecidos como a geração segundo o coração de Deus que faz o que é reto aos olhos do Senhor sem se desviar nem para direita nem para esquerda.
C. Josias marcou sua geração, diz a bíblia que ninguém celebrou a páscoa de uma forma tão magnifica quanto ele.
Foi um conquistador porque durante sua vida tomou atitudes corretas diante Deus.

Ele buscou a Deus, purificou o seu povo, se preocupou com a casa de Deus, se dispôs a obedecer a palavra de Deus, ofertou com gratidão na casa de Deus e pregou para todos em sua cidade.

domingo, 4 de dezembro de 2016

Gn. 12:1-09 Um chamado para a Conquista


Resultado de imagem para abraao
Int. Abraão é um dos grandes exemplos de homem que temos na bíblia, foi um dos grandes patriarcas de Israel senão o maior e por um longo período da bíblia nosso Senhor era referenciado como Deus de Abraão.
Tinha Abraão setenta e cinco anos quando o chamou para uma das maiores conquistas de todos os tempos.
Mas porque ele foi escolhido e não outro?
Deus tem chamado muitos também para uma grande conquista, mas precisamos ter algumas características que este grande conquistador teve.
Quero destacar algumas aqui:

1–> Abraão cria em Deus totalmente: Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça. Gênesis 15:6 .
Abraão cria em Deus totalmente e quando foi pedido a ele que oferecesse seu filho em sacrifício, agiu e depositou sua confiança em Deus de forma que até levantou o cutelo para executar a tarefa que Deus havia pedido. Ele enxergou uma provisão de Deus onde não podia ver pelos olhos carnais e sim pelos olhos da fé.
Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos. Hebreus 11:1.
Como temos agido quando Deus nos pede ou permite algo em nossa vida ? Confiamos totalmente em Deus e descansamos nEle ? Ou pensamos “será que Deus sabe o que está fazendo?”

2 –> Abraão reconhecia o favor divino e o adorava por isto: O Senhor apa­receu a Abrão e disse: “À sua descendência darei esta terra”. Abrão construiu ali um altar dedicado ao Senhor, que lhe havia aparecido. Gênesis 12:7
Várias vezes quando saia ou chegava a um lugar Abraão erguia um altar a Deus (Gênesis 12:8, Gênesis 13:4, Gênesis 13:18, Gênesis 22:9) e ali O adorava e estabelecia para as pessoas que passassem por ali ou quem avistasse de longe que o Senhor era o Deus daquele lugar e daquele povo.
Todo lugar que passarmos devemos ser referência como “o cara que adora Deus” ou  “o cara que é de Deus” assim como Abraão era.
O nosso caráter se assemelha ao caráter de Deus?
A nossa gratidão a Deus por aquilo que ele tem feito mostra o nosso verdadeiro caráter. Deus procura homens e mulheres que sejam gratos para alcançar grandes conquistas.

3 –> Abraão era grato a Deus e proativo para contribuir: E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo. Gênesis 14:20b.
Este versículo contém a primeira referência de dízimo da bíblia e como percebemos pelo texto que partiu de Abraão a ideia da contribuição.
Ninguém ordenou que Abraão entregasse a décima parte de algum bem, ele se sentiu grato a Deus e ofereceu a Melquisedeque a oferta.
Temos sido gratos a Deus por tantas, tantas e tantas maravilhas que Ele fez e tem feito em nossa vida?
Quantas coisas Deus tem feito por nós, devemos demonstrar nossa gratidão ao Deus todo poderoso.

4-Abraão era corajoso: Gn 14:14. Quan­do Abrão ouviu que seu parente fora levado prisioneiro, mandou convocar os trezen­tos e dezoito homens treinados, nascidos em sua casa, e saiu em perseguição aos inimigos até Dã.  Quando Ló foi feito refém em uma guerra entre reis, Abraão reuniu 318 homens e perseguiu os reis, trazendo volta Ló e todos os bens que foram roubados.
Coragem para tomar atitude e lutar por aquilo que é nosso, que Deus nos deu ou prometeu é característica de quem é vencedor.

5- Abraão era um homem de oração Gn. 18:23-33: Quando o Senhor decidiu destruir Sodoma e Gomorra (cidades em que os homens eram pecadores, não temiam a Deus), Abraão intercedeu diante Dele pelos justos que ali havia. Abraão tinha intimidade com Deus e conversava sempre com Ele.
A oração é a chave para as grandes conquistas, através da oração as portas se abrem, obstáculos são superados, grandes batalhas são vencidas.

C. Setenta e cinco anos tinha Abraão quando foi chamado para conquistar, e você?
Deus também esta te chamando para conquistar, quanto a sua idade é o que menos importa para Deus.
Pois é Deus que renova nossas forças, nos capacita e nos ajuda a vencer.
Precisamos como Abraão crer em Deus, reconhecer o favor divino e adorar a ele, ser grato em contribuir demostrando assim nossa gratidão.
Ser corajoso e de oração como foi Abraão, estas características fazem de nós um grande conquistador como foi Abraão.


PALAVRA DE VIDA