MENU

quinta-feira, 2 de julho de 2015

A MORTE NA PANELA

2 Reis 4:38
Eliseu manda fazer um cozinhado. Mas o homem que saiu ao campo a procurar ervas, trouxe veneno em vez de alimento. E quando todos já estavam se fartando da refeição, soou o grito: “Morte na panela ó homem de Deus.” A morte espiritual principia no prato onde comemos. O que sai de sua boca? A morte e a vida estão no poder da língua; e aquele que a ama comerá do seu fruto. Pv. 5:21
Muitos estão buscando alimento. Os homens estão como ovelhas inquietas, famintas e sem o cuidado do pastor. Estão buscando pastos verdes. E quando encontram novidades, logo as abraçam com pressa. “Então saiu ao campo para apanhar ervas, e achou uma trepadeira silvestre…”.
A trepadeira é viçosa, é luxuriante, é frondosa, deve dar fruto bom. Há muitas coisas, muitos ensinos que são arrojados, desafiadores, bonitos, impactantes, mas não são bíblicos, são venenosos.

1. O fruto venenoso
Os discípulos dos profetas comeram veneno pensando estar se alimentando de coisa boa. Acharam parecidos. O joio é parecido com o trigo. Mas um é veneno, o outro é alimento. Vemos nesse fato, duas lições:
a) O perigo de ser enganado pelas aparências =
Às vezes. As coisas não são o que parecem ser. Os erros mais perigosos são aqueles que parecem com a verdade. A meia verdade é mais perigosa que a mentira, pois se torna mais sutil, menos perceptível, por isso mais penetrante. Normalmente, as seitas como Testemunhas de Jeová, Mórmons e Adventistas têm muito ensino bíblico em sua doutrina, têm muita coisa boa, certa, verdadeira. Mas nem tudo é verdade, há veneno no meio do alimento, há morte na panela. Há negação e distorção de verdades essenciais do cristianismo. O todo do Evangelho fica comprometido.
Existe muitos falastrões por aí, que tem resposta para tudo, mas falta base bíblia para apoiar suas ideias equivocadas. Basta olhar para seu exemplo de vida, suas atitudes; mostra quem verdadeiramente é o endivido, se é digno de credito ou não.
Quando se critica o que a bíblia ensina como algo bom, que produzirá benção em nossas vidas, tal pessoa não mereço nossa atenção.
"Esta Palavra significa que existem muitas pessoas famintas de soluções para os seus problemas, sejam eles financeiros, sentimentais, familiares, ou até mesmo de saúde, e, porque elas têm fome, acabam se sujeitando a se alimentar de qualquer coisa que virem, e aí está o grande perigo, pois, no desespero, somos capazes de tudo. O estômago não espera, assim também é a alma, ela não espera, ela quer solução, quer uma resposta", relatou.
Muitos entram pela primeira porta que encontram, acabam arruinando suas vidas, permitindo que a maldição se instale em sua vida.
A Maldição acontece de três formas: Hereditária, “Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o Senhor teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem,...” ( Ex. 20:5 ). “Aqueles que dentre vós ficarem serão consumidos pela sua iniqüidade nas terras dos vossos inimigos, e pela iniqüidade de seus pais com eles serão consumidos. Mas se confessarem a sua iniqüidade e a iniqüidade de seus pais, na infidelidade que cometeram contra mim; como também andaram contrariamente para comigo, pelo que também fui contrário a eles, e os fiz entrar na terra dos seus inimigos; se o seu coração incircunciso se humilhar, e tomarem por bem o castigo da sua iniqüidade, então me lembrarei da minha aliança com Jacó, e da terra me lembrarei”. ( Lv. 26:39-42 ).
Exemplos: Prostituição, Divórcio, Violência, Alcoolismo, Abuso Sexual...

Desobediência: Roubará o homem a Deus? Todavia vós me roubais, e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas.
Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, sim, toda esta nação.
Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
Malaquias 3:8-10
"Nós temos que atender a necessidade das pessoas que estão aflitas, e sabemos que se tivermos o pão e dermos aos que têm fome, ainda assim elas não serão satisfeitas, pois a cura de uma enfermidade, a solução de um problema, não pode ser completo enquanto houver morte espiritual", explicou.
Pecado não confessado: O PECADO DE ACÃ (Josué 7:1 – 26) "Tão-somente guardai-vos do anátema, para que não toqueis nem tomeis alguma coisa dele, e assim façais maldito o arraial de Israel, e o perturbeis." (Josué 6 : 18)
"Porém toda a prata, e o ouro, e os vasos de metal, e de ferro são consagrados ao SENHOR; irão ao tesouro do SENHOR." (Josué 6 : 19)
Como quebrar a maldição?
"Porém ele disse: Trazei farinha. Ele a deitou na panela e disse: Tira de comer para o povo. E já não havia mal nenhum na panela." 2 Reis 4.41
"A farinha é o elemento que se faz pão, e o Senhor Jesus é o Pão da vida. Somente Ele pode fazer com que a morte saia de nossas vidas. Quando você se entrega de corpo, alma e espírito, Ele entra em você e lhe faz uma nova criatura, então, qualquer problema que vier você saberá enfrentar e sobrepujar. Quando Jesus está na nossa panela, ou seja, em nossas vidas, temos o controle dos nossos problemas. Mas, quando Ele não está, então a morte é eminente."

C. Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2Co. 5:17

PALAVRA DE VIDA