MENU

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Defenda seu Campo de Lentilhas

2Sm. 23:11-12 

Int. Samá (em hebraico: שַׁמָּה, fama, renome) foi o filho de Agé, um hararita, e um dos três legendários "valentes" do rei Davi1 e viveu por volta do ano 1.000 a.C. É chamado também de Samote2 e Samute.3 Foi designado como um dos oficiais de Davi, encarregado da milícia durante o quinto mês do ano.
Seu maior feito foi a derrota de uma tropa de filisteus. Depois de os israelitas fugirem da tropa filistéia, Samá ficou sozinho e os derrotou.
Sama é melhor observado como o valente de Davi, que com uma só tacada, derrotou um exército inteiro de 300-800 homens sobre de um monte de lentilha.
Jeová-Samá (ou Jehovah-Shammah) - "O Senhor está presente" é um dos nomes de Deus em hebraico.
Este homem estava junto com um grupo de Israelitas cultivando lentilhas, e qual o valor quem tem um campo de lentilhas?
A lentilha não tem um valor comercial significativo, mas quando estamos defendendo algo, valores em dinheiro é o que menos importa, porque o bem mais valioso que possuímos não se compra com dinheiro.
Para mim o ponto chave desta historia é que Samá decidiu defender aquele campo.
Podia não ter muito valor para os demais que covardemente fugiram, e talvez disseram: Não vou arriscar minha vida por lentilhas!
Hoje em dia muitos usam desculpas para justificarem sua covardia em defender seu campo de lentilhas.
Mas Samá não, ele decidiu defender suas lentilhas porque era dele, ele decidiu lutar e não abrir mão do seu alimento.

C.M. Tal atitude o colocou em evidencia, primeiramente diante de Deus, porque a bíblia diz que Deus operou um grande livremente. Depois Deus o colocou em evidencia diante dos homens pois Davi o chamou para ser um dos chefes de seu exercito. 
Notamos que o livramento de Deus veio mediante a decisão de Samá em lutar para defender o que era seu.
Muitos talvez estão esperando um grande livramento da parte de Deus, um porta que se abra, mas ainda não decidiram se posicionar e lutar.
Talvez elo seu egoísmo, não quer abrir mão do seu tempo, sacrificar-se um pouquinho que seja para lutar em prol do reino de Deus.
Interessante que o nome Samá é um nomes de Deus no hebraico Jehovah-Shammah que significa "O Senhor está presente".
E Deus se fez presente no calor da batalha para dar um grande livramento para seu servo que decidiu lutar mesmo sabendo que humanamente era impossível vencer.
Precisamos também lutar com determinação para defender nosso campo de lentilha.
O que é o campo de lentilhas?
Minha casa: Minha família, decida lutar pelo seu cônjuge, seus filhos pois a sociedade de hoje tem investido pesado para atrair seus filhos, e que tipo de investimento você tem feito para ele crescer diante de Deus?
Como tem sido o exemplo debaixo do seu teto?
Meu Ministério: O dom que Deus me deu não pode ser enterrado porque o próprio Deus me pedira conta no dia do juízo. “Ele deixou isto bem claro na parábola dos talentos”.
Minha Igreja: A nossa Igreja também é o nosso campo de lentilhas
Nós temos: Que amar a nossa Igreja
Nós temos: Que defender a nossa Igreja
Nós temos: Que jejuar pela nossa Igreja
Nós temos: Que lutar pela nossa Igreja

ENTÃO, COMO FAZER PARA DEFENDER O SEU “CAMPO DE LENTILHAS”?

1- Não fuja como o povo israelita

V. 11c – Levante-se com coragem, posicione-se e não siga o caminho da fuga. Se você não defender seu campo de lentilhas, ou seja, um bem quase sem valor, como você defenderá os bens mais valiosos? Não esqueça que se Deus está conosco nós já somos maioria. Coloque-se no meio do seu campo de lentilhas, e resista corajosamente.
Fugir é para os covardes, os corajosos enfrentam e não desistem nunca.
Até quando você continuar fugindo do teu chamado, escondendo seu talento?
Saiba que não vai conseguir se esconder para sempre.

2- Lute por seu campo
V. 12a – Não aceite que o medo, a crítica ou o desânimo te assustem. Não desista no primeiro obstáculo. Lute pelo que Deus te deu. Jesus nos disse que tudo o que pedirmos em oração, crendo, receberemos (Mt 21.22). É a mesma coisa nas nossas lutas: se perseverarmos, venceremos! Quem sabe você está orando por alguém da sua família. Então declare: “eu e minha casa serviremos ao Senhor!”

3- Saiba que o Senhor te dará grande livramento
V. 12b – Samá tomou posição naquele terreno, isto é, ele se posicionou decisivamente e defendeu aquela plantação. Então diz o texto que “o Senhor efetuou um grande livramento”. Deus estava com Samá, e lhe deu grande vitória. Assim também o Senhor fará contigo, na defesa do teu campo de lentilhas.

C. Muitas pessoas têm deixado satanás entrar em seus campos de lentilhas para roubar e assassinar o que Deus tem dado a eles.
Mas é hora de mudança, decida viver diferente, decida viver uma vida que agrada a Deus, vida de santidade e santificação. Vida de comprometimento com Deus.
Viver assim é grande desafio, mas possível, Daniel o profeta quando  foi exilado para babilônia diz a bíblia que ele decidiu firmemente não se contaminar com a comida do rei.
Depende de você, da sua decisão, então Deus se encarrega do “GRANDE LIVRAMENTO”.

Deus abençoe sua Vida!

Pastor Luciano Silveira



quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

A IGREJA É O SAL DA TERRA


Jesus foi o maior contador de historias para ensinar grandes verdades. Quando falou da influência da igreja no mundo usou duas metáforas: sal e luz. Qual é o significa do sal?
1) O sal é vital para impedir a decomposição. Antes da invenção da refrigeração, a carne era preservada pelo uso do sal.
 Assim como sal impede a podridão do alimento, a presença da igreja no mundo é antisséptica.
Resultado de imagem para sal da terra Para tal a Igreja precisa estar cheia da presença de Deus, primeiramente Deus ele tira a podridão de dentro da pessoa que vai se tornar Igreja, então podemos ser o agente que ele vai usar para tirar o mal que esta apodrecendo muitas vidas com: Adultério, contendas, disputas, prostituições, mentiras, fofocas e etc.

2) O sal é importante para dar sabor. A presença da igreja no mundo dá tempero à vida e sabor aos relacionamentos na sociedade.
O mundo esta carente de Deus, há um vazio existencial muito grande onde as pessoas buscam freneticamente preencher este vazio.
Esta ai o carnaval onde muitos saem para realizar todo o tipo de orgias esperando um pouco de felicidade em tudo isto.
Porem o prazer e a alegria que encontram não dura muito, ao contrario da alegria que vem de Cristo ela independe de circunstâncias.
Estas pessoas vivem uma vida insossa, não tem sabor, falta o principal para desfrutar uma vida feliz que é Jesus .
Por isto a Igreja precisa estar cheia de Cristo para restaurar sabor nas pessoas.

3) O sal é importante para provocar a sede. A presença de Deus no mundo tem como propósito despertar as pessoas para conhecerem a Deus.
Você com Igreja tem sede de Deus?
Pessoas com sede de Deus buscam a presença de Deus, são esforçadas para promover a obra de Deus.
Servem a Deus com alegria e não com murmuração. Sl. 100:1.
Tem prazer em vir a casa de Deus e separam tempo para isto, não vem apenas quando precisam de uma benção ou quando sobra tempo. Sl. 122:1.

4) O sal cura feridas. A água com sal é tratada como um antisséptico natural há muito tempo. Ela ajuda a limpar e esterilizar feridas abertas.
Jesus curou pessoas tanto física com emocional, tratou de suas feridas. Deu-nos uma ordem, Ide por todo mundo...
Jesus nos chamou parar curar vidas também, pessoas que estão machucadas e precisam serem curadas.

C. O mais interessante na vida com Deus é que Deus primeiro realiza uma grande obra em nossas vidas para depois nos usar como instrumentos para ajudar a outros.
Corresponda com as expectativas de Deus, e prepare-se para receber o melhor para sua vida.

Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira


domingo, 15 de fevereiro de 2015

EU ERA CEGO E AGORA VEJO

Resultado de imagem para eu era cego Jo. 9
Int. Um homem adulto que nascera cego não lhe restava nada mais a fazer do que mendigar pelas ruas das cidades.
Foi assim a vida deste homem durante longos anos, humilhação, desprezo e o cenário não mudaria com tempo.
Sem perspectiva de melhoras foi levando sua vida assim até ter um encontro transformador com Jesus.

C.M. Quando somos alcançados por Jesus temos chance da virada em nossas vidas, para isso precisamos aproveitar bem esta oportunidade.
Na vida deste homem ouve uma grande transformação não somente porque Jesus o curou, mas porque ele agiu como Jesus espera.

1- Ele precisou caminhar alguns quilômetros para chegar até o tanque e lavar-se, para um cego era uma tarefa muito difícil.
Mas não vemos ele reclamando ou murmurando, apenas obedecendo. Talvez ´para muitos é exatamente isto que esta faltando, reclamar menos e obedecer mais.
2-Demostrou muita fé. Não conhecia Jesus, nem sabia seu nome mais se dispõe a obedece, caminha algumas horas, talvez o lodo que Jesus fez irritava seu olho e ele sentia vontade, estava sendo tentado a  lavar seus olhos antes de chegar a betesda.
Outros pelo caminho paravam para questioná-lo, mas segue em frente como alguém que esta disposto ir até ao final. Deus se agrada de tais pessoas, sente prazer em abençoa-las. Mas o meu justo viverá pela fé, e se ele recuar, minha alma não tem nele prazer. Hb. 19:38
3-Deixou seu passado para trás. Desde sua mocidade ele mendigava pelas ruas da cidade, agora não vemos ele nesta situação. Agora vemos ele defendendo as obras da fé como uma pessoa grata deve fazer.
Não foi simplesmente seguir o seu caminho, foi defender o autor de seu grande milagre, não foi mais viver na sarjeta, mas foi viver uma vida digna de seguidor de Cristo.
Uma vez Jesus nos libertando não devemos mais voltar as velhas práticas se fazendo escravo novamente. Se o filho vos libertou verdadeiramente sereis livres. Jo. 8:36.
4-Adorou a Jesus. Sua atitude em defesa de sua fé chamou mais uma vez a atenção de Jesus quem revelar-se ao que fora cego.  
Mais uma vez aproveitando a oportunidade ele adora a Jesus.
Deus esta a procura de verdadeiros adoradores, pessoas que não vão esquecer a benção que tem recebido e de serem gratos pelo favor de Deus.

C. A vida cristã é a evidência de uma transformação radical. Éramos escravos do pecado e agora somos livres. Estávamos perdidos e agora fomos achados. Éramos filhos da ira, e agora somos o deleite de Deus. Estávamos mortos nos nossos delitos e pecados e agora recebemos vida. Estávamos cegos e agora vemos o que nem um olho viu nem ouvido ouviu. A vida do cristão é o cenário de um grande milagre, o palco de uma profunda transformação. O cristão é aquele que pode dizer: "Eu sei de uma coisa: eu era cego e agora vejo".

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Vale da Benção

 2Cr. 20

Resultado de imagem para vale da sombra da morte
Int. Quem nunca sentiu temor diante de uma situação de crise? A pressão o estresse, ansiedade  muitas vezes nos desestabilizam abrindo porta para o medo.
Josafá foi grande líder, homem temente a Deus que estava no auge de sua vida espiritual.
Mas um dia ele recebeu uma noticia que três exércitos se ajuntaram, formaram uma aliança para destruir sua cidade que era Judá.
Ele sabia muito bem que seus soldados não eram suficiente para enfrentar tantos inimigos de uma só vez, a derrota parecia inevitável.

C.M. Enfrentamos nossos vales e crises também, como reagíamos a elas é que fazem toda a diferença, porque uns preferem colocar a culpa em Deus, outros na Igreja e sua liderança, outros colocam a culpa no diabo.
O vale que Josafá iria enfrentar era um vale de sombra e morte, mas que Deus transformou bençãos sem medida.
Josafá se sentiu com medo e acuando porém não baixou a guarda, buscou soluções, preferiu fazer alguma coisa do que ficar procurando uma explicação logica para sua batalha.
O que fez Josafá na hora da crise nos ensina lições valiosas.

1-V3 Confessou seu medo a Deus e pediu socorro: Abra seu coração para Deus, conte a ele seus medos, seus temores, a sinceridade agrada a Deus.
Fale abertamente com Deus sobre seus erros, seus defeitos, as suas maldades que talvez só você sabe, esta guardado a sete chaves no teu coração, conte tudo para ele.
Peça socorro a Deus, o pedido de socorro e feito por alguém que esta encurralado, e sabe que não vai conseguir sair desta sozinho mas precisa de ajuda.

2-V6-7 Relembrou os feitos extraordinários de Deus para com seu povo: Olhe para o passado e relembre o que Deus já fez em sua vida!
Veja de onde Deus te tirou, então percebe que mesmo diante de uma crise da qual você esta passando você tem muito mais para agradecer do a pedir a Deus. Se o Senhor não tivera ido em meu auxílio, a minha alma quase que teria ficado no silêncio. Salmos 94:17, Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós,
Eles então nos teriam engolido vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós.
Então as águas teriam transbordado sobre nós, e a corrente teria passado sobre a nossa alma; Salmos 124:2-4

3-V14-17 Ouviu com atenção as palavras do Senhor através do seu profeta: Quem você tem ouvido, em quem tem buscado conselho.
Deus levantou homens e mulheres cheios do seu Espirito para te abençoar, porém se os seus ouvidos estiverem tapados e fechado seu coração de nada vai adiantar, foi assim com Judas Iscariotes que não aceitou os ensinamentos de Jesus, o jovem rico também os rejeito, e Jesus ilustrou este fato através da parábola do filho prodigo.

4-V18 Ajoelhou-se diante de Deus assumindo uma posição de servo, dependência de Deus e o adorou demonstrando plena confiança no seu Deus.
Infelizmente alguns tem se curvando diante da incredulidade, rebeldia, infidelidade, pecado e da crise.
É diante de Deus que precisamos nos prostrar reconhecendo que ele é Deus e deve ter toda a soberania sobre nós não apenas em palavras mas em verdade.

5-V18 Louvou a Deus juntamente com o povo antes e depois da batalha. Depois até é fácil, difícil é louvar a Deus durante uma grande prova.
Deus procuram os verdadeiros adoradores, que adorem a ele em todos os momentos.
Nossa gratidão e reconhecimento do que Deus é e que ele pode fazer deve ser ultra-circunstancial.

C. O medo quando não é controlado pode ser perigoso, ele é um sentimento que pode limitar e inibir nossas ações.
Quando ele é encarado de forma racional pode se torna uma aliado para que as pessoas não se exponha ao perigo, nos torna mais cautelosos.
Como controlar o medo para que ele não nos atrapalhe num momento de crise?
Josafá lançou diante de Deus sua ansiedade. 1Pe.5:7.
Relembrou grandes feitos de Deus.
Ouviu a orientação de Deus e obedeceu.
Mostrou confiança na soberania de Deus.
Louvou a Deus antes e depois da crise.
Com estas atitudes nosso vale também se tornara o VALE DA BENÇÃO.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA