MENU

quarta-feira, 8 de janeiro de 2014

A VITÓRIA VEM DE DEUS

 Salmos.20

Int. Nós travamos muitas batalhas na vida. Há guerras reais e guerras fictícias. Há guerras visíveis e guerras invisíveis. Guerras inevitáveis e guerras que nós mesmos criamos. Com sua destreza, o homem faz planos e traça estratégias. Forma exércitos e equipa-os com as mais sofisticadas tecnologias de guerra. Sai ao campo e trava as pelejas mais encarniçadas. E o rei Davi que sabia que não estava sozinho na batalha, antes de sair e pelejar fez uma oração a Deus.

C.M. Davi foi um rei estrategista, conhecedor como ninguém de batalhas renhidas, porém nunca confio apenas em aramas convencionais. Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; 2 Coríntios 10:4
Este é o segredo dos grandes vencedores que encontramos na bíblia, nunca confiavam na sua capacidade, mas no braço de vitória de Deus.
Josué e Calebe foram os únicos de uma geração de quase dois milhões que saíra do Egito com destino a Canaã a herdar a promessa. Pelo mesmo motivo que Davi venceu suas batalhas, confiavam em Deus e não em armas convencionais. E Josué, filho de Num, e Calebe filho de Jefoné, dos que espiaram a terra, rasgaram as suas vestes.
E falaram a toda a congregação dos filhos de Israel, dizendo: A terra pela qual passamos a espiar é terra muito boa.
Se o Senhor se agradar de nós, então nos porá nesta terra, e no-la dará; terra que mana leite e mel.
Tão-somente não sejais rebeldes contra o Senhor, e não temais o povo dessa terra, porquanto são eles nosso pão; retirou-se deles o seu amparo, e o Senhor é conosco; não os temais. Números 14:6-9

A vitória, porém, não é resultado do braço humano nem da força dos cavalos. Primeiro porque ela teve origem na dimensão espiritual. Por isso precisa ser enfrentada com armas certas como oração, jejum, adoração, fé.
Nesta batalha Deus peleja por nós. 2Cr. 20:16.
Precisamos enfrentar esta batalha na confiança de que Deus nos dará a vitória se não recuarmos.
Quem confia nestas armas, tropeçam e caem, mas nós que confiamos no Senhor nosso Deus nos levantamos e estamos em pé para glória de Deus.

A vitória não vem da terra, mas do céu; não procede do homem, mas de Deus. O homem pode fazer planos, mas é de Deus que vem a resposta. O homem pode treinar exércitos, mas é Deus quem dá a vitória. O homem pode reunir poderoso arsenal, mas é Deus quem abre o caminho do triunfo. Davi entendeu isso quando lutou contra o gigante Golias. Aquele homem insolente afrontou o exército de Israel e desafiou os soldados de Saul durante 40 dias. Humilhou o povo de Deus e escarneceu do próprio Deus. Davi, porém correu de encontro ao gigante filisteu, dizendo: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém vou contra ti em nome do Senhor dos exércitos, o Deus dos Exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo, o Senhor te entregará nas minhas mãos e toda terra saberá que há Deus em Israel.

C. Veja que no versículo cinco  Davi antes mesmo de sair para a batalha agradecendo a Deus pela vitória.
Ele diz: Celebremos com júbilo  a tua vitória, ele não esta dizendo a minha ou a nossa vitória, mas a tua vitória porque confiava plenamente que que vitória Deus daria a ele.
E diz mais: E em nome do nosso Deus hastearemos pendões, isto é; a bandeira da vitória.
Era desta forma que Davi saia para uma batalha, com plena certeza da vitória.
E por ultimo ele canta em alto e bom som, “agora sei que o Senhor salva o seu ungido; ele lhe responderá do seu santo céu com a vitoriosa força de sua destra”. Ele confiava da força da mão de Deus, assim como o profeta Isaias também creu. Is.41:10.
Estamos em guerra e para vencermos precisamos da mesma  confiança em Deus, estar aliançado com ele.
Então ninguém poderá te resistir...

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA