MENU

terça-feira, 17 de junho de 2014

Quanto vale a tua benção?

 Gn. 25:26-34

Int. Qual o verdadeiro valor de tudo que Deus fez por e ainda vai fazer por mim?
Lembre-se que palavras precisam se tornar em atitudes que comprovam de fato sua veracidade.
Esaú e Jacó esta historia triste nos ensina algumas lições importantes para o nosso sucesso em nossa caminhada com Deus.

C.M. Primeiro vamos entender o que é primogenitura!
No oriente, o primogênito, ou o filho mais velho, gozava de certos privilégios em relação aos outros filhos. Dava-se isto de um modo especial entre os hebreus.
1-o primogênito era consagrado ao Senhor (Êx 22.29).
 2- Pertencia-lhe a excelência da dignidade e a excelência do poder (Gn 49.3).
3- Quando morria o pai, recebia ele porção dobrada na distribuição dos bens de família (Dt 21.17) –
4- e nas famílias reais era ele quem sucedia no trono (2 Cr 21.3). o direito de primogenitura e os privilégios que lhe eram inerentes poderiam ser retirados por inconveniente conduta do primogênito, como no exemplo dos filhos de isaque, sendo transferidos os direitos dessa situação (Gn 27.37). Davi, por direção divina, excluiu do trono a Adonias, para favorecer Salomão, sendo marcada a preferência pelo ato da unção.
5-o filho mais velho era muito respeitado na família, e à medida que a família ia crescendo, ia ele pouco a pouco obtendo mais autoridade, vindo por esse fato a ser o maioral - ‘cabeça da casa de seu pai’ (Nm 7.2, e 21.18, 25.14). A ‘dobrada porção’ da herança da família, que cabia ao filho mais velho pela Lei de Moisés, explica o ter pedido Eliseu porção dobrada do espírito de Elias (2 Rs 2.9).
6-Nas primitivas genealogias das Escrituras, o primogênito de uma linha é muitas vezes mencionado (Gn 22.21 e 25.13) de um modo particular.
7- Também uma especial santidade se achava ligada no Judaísmo ao titulo de primogênito, e é neste sentido que, segundo parece, é aplicado ao Messias (Rm 8.29 - Cl 1.18 - Hb 1.6 - Ap 1.5) - e como co-herdeiros Dele reclamam os remidos a sua herança (Lc 22.29 - Rm 8.17 - Cl 3.24).

Abrir mão do seu direito de primogenitura era também abrir mãos das promessas de Deus para sua vida.
Ates de tudo era uma benção espiritual vinda diretamente de Deus, e que fazia toda a diferença na vida de seu possuidor.
Hoje nós somos juntamente com Jesus primogênitos na benção de Deus, pois a bíblia diz: Ora, se sois de Cristo, então sois verdadeiramente a descendência de Abraão, herdeiros segundo a promessa. Gálatas 3:29.
As consequências fora simplesmente trágicas na vida de Esaú, e custou-lhe lágrimas.
Quando Esaú caiu em sí era tarde demais: V 37, Não reservastes nenhuma benção para mim? Esta foi a exclamação de Esaú quando se deu por conta da grande bobagem que tinha feito no passado rejeitando a benção de Deus para sua vida.
Passou a mendigar as bênçãos: E disse Esaú a seu pai: Tens uma só bênção, meu pai? Abençoa-me também a mim, meu pai. E levantou Esaú a sua voz, e chorou. Gênesis 27:38
Pobre Esaú, nunca imaginou que que pagaria um preço alto demais por ter rejeitado a benção de Deus.
Naquele momento deve ter pensado: Se eu pudesse voltar no tempo, seria diferente, valorizaria o que Deus me deu, não seria tão displicente, iria ouvir com mais atenção os conselhos.

Tal atitude resultou em muitas lágrimas: E levantou Esaú a sua voz, e chorou. Gênesis 27:38, E ninguém seja devasso, ou profano, como Esaú, que por uma refeição vendeu o seu direito de primogenitura.
Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que com lágrimas o buscou. Hebreus 12:16-17
Esaú se tronou amargurado, passou ater ódio de morte de seu irmão, ou seja; uma tragédia familiar porque rejeitou, não deu valorizou a benção de Deus para sua vida.

Uma tragédia em sua vida porque viveria como escravo : Quando Esaú pergunta não sobrou nenhuma benção para mim? E disse Esaú a seu pai: Tens uma só bênção, meu pai? Abençoa-me também a mim, meu pai. E levantou Esaú a sua voz, e chorou. Respondeu-lhe Isaque, seu pai: Longe dos lugares férteis da terra será a tua habitação, longe do orvalho do alto céu; pela tua espada viverás, e a teu irmão, serviras; mas quando te tornares impaciente, então sacudirás o seu jugo do teu pescoço. Gênesis 27:39-40

C. Quantas lágrimas poderíamos ter evitado em nós e em nossa família atendendo a voz do Deus e valorizando suas promessas. Deus detesta quando as pessoas desprezam sua palavras. Eu vos tenho amado, diz o Senhor. Mas vós dizeis: Em que nos tens amado? Acaso não era Esaú irmão de Jacó? diz o Senhor; todavia amei a Jacó, e aborreci a Esaú; e fiz dos seus montes uma desolação, e dei a sua herança aos chacais do deserto. Malaquias 1:2-3.
Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

sexta-feira, 13 de junho de 2014

De onde vem o meu Socorro

 Sl. 121

Int. Muitos são os montes citados na Bíblia, com significados especiais para cada um deles. O acontecimento de um monte não se repete no outro... Cada um tem a sua especificidade, e podem representar: segurança, proteção, luz, vida, presença do Senhor, lugar de comunhão, lugar de habitação do Senhor, meta de perfeição a ser alcançada, e, ainda, os problemas ou dificuldades da vida.
  Neste Salmo o autor não está olhando para um único monte, mas para “os montes”.
Isto significa muitas possibilidades, muitas escolhas, muitas promessas e etc.
O mundão esta aí diante de nós com múltiplas ofertas, sugestões para uma vida feliz e próspera, mas será que funciona?

C.M. O salmista esta dizendo que o socorro dele vem do Senhor, mas e o seu socorro, o seu livramento vem de onde?
Encontramos muitos montes, ou seja muitas sugestões, mas somente em Deus alcançaremos o de fato o que precisamos.
Somente em Deus temos a segurança, Em quanto muitos confiam na segurança das riquezas terrenas, outros no avanço da medicina, outros na sua capacidade intelectual.
Com diz as escrituras, Uns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor nosso Deus. Salmos 20:7.
Precisamos fazer a nossa escolha, em quem confiar?
Ele não permitira que seus pés vacilem: Isto indica proteção cuidadosa de Deus já que o cenário descrito é os montes de Israel.
Israel é conhecida por seus terrenos rochosos e escorregadios, Deus usa esta linguagem para demonstrar o seu cuidado para com seus filhos.
Deus promete enviar seus anjos para nos guardar de tropeçar e cair. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. Eles te susterão nas suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra. Salmos 91:11-12
Ele não dormitara: Deus esta em todo momento com seus olhos voltados para nós, portanto temos a certeza do seus cuidado dia e noite, em todos os momentos podemos ter a certeza que ele cuida de nós e nem um fio de cabelo cairá de nossa cabeça sem que ele perceba. E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Mateus 10:30 Mas não se perderá um único cabelo da vossa cabeça. Lucas 21:18
Ele é a tua sombra: Quando andamos ao sol percebemos que nossa sombra sempre nos acompanha. Assim é a proteção de Deus, sempre e continua, em todos os momentos. Este é um privilegio que nós filhos de Deus temos, os olhos do soberano Deus estão continuamente a nós observar!
Portanto nem o sol nem a lua nos molestarão, isto é; de dia e de noite somos guardados por Deus.
C. Os montes são inúmeros, as possibilidades e ofertas são grandes, mas o socorro que todos nós precisamos vem somente de Deus.
Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, ora diga Israel: Se não fora o Senhor, que esteve ao nosso lado, quando os homens se levantaram contra nós, eles nos teriam tragado vivos, quando a sua ira se acendeu contra nós; as águas nos teriam submergido, e a torrente teria passado sobre nós; sim, as águas impetuosas teriam passado sobre nós. Bendito seja o Senhor, que não nos entregou, como presa, aos dentes deles. Escapamos, como um pássaro, do laço dos passarinheiros; o laço quebrou-se, e nós escapamos. O nosso socorro está no nome do Senhor, que fez os céus e a terra. Salmos 124:1-8
Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA