MENU

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Esquecendo-me da coisas que para trás ficam (Filipenses 3:13-14).



Int. Que verso bíblico “intrigante”, e que ao mesmo tempo em que nos incentiva a prosseguir, convoca-nos a esquecer de o que já passou. Eu sei que os mais saudosos, até questionam o apóstolo, dizendo que ele, está fazendo um chamado a se esquecer de tudo. Mas não é verdade, aliás, a mensagem está explicita.

C.M. Quando ele diz que “esquecer das coisas que para trás ficam” .Na verdade está dizendo que não ficaria estagnado ao passado ,vivendo lembranças ou remoendo-se por isso ou aquilo. Mas que tudo que passou serviu para o seu amadurecimento, tanto experiências boas e ruins, e que agora é o momento de prosseguir, para a conquista do seu premio.
O que nos leva a refletir diante dessa postura adotada pelo apóstolo Paulo.
1- A vida é feita de escolhas, podemos escolher entre prosseguir ou simplesmente deixar a vida “nos levar”.
Ele nos fala do seu objetivo ,que era atingir o alvo, pelo premio da Soberana vocação de Deus.
Deus vocacionou você para algo, qual tem sido a sua postura quando a situação parece fugir do controle?
Paulo diante das muitas tribulações que enfrentou no seu ministério nunca desistiu. Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um. Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos; Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez. Além das coisas exteriores, me oprime cada dia o cuidado de todas as igrejas. 2Co.11:24-28

E você o que pensa, qual a sua  escolha ?Faça desse exemplo, um modelo a seguir. Escolha viver, mesmo depois das adversidades.
2- As dificuldades não podem nos parar, É a Hora de levantar-se, e caminhar. O luto se faz necessário por um tempo.
Há tempo para todas as coisas ,nos diz a palavra de Deus;
“Tempo de chorar, de rir, de abraçar, de plantar e de colher…”Eclesiastes 3.1-8
Este é o tempo de se levantar e prosseguir, Paulo quando foi apedrejado se  fingiu de morto, depois que chegaram os discípulos ele se levantou e continuou. Sobrevieram, porém, uns judeus de Antioquia e de Icônio que, tendo convencido a multidão, apedrejaram a Paulo e o arrastaram para fora da cidade, cuidando que estava morto.
Mas, rodeando-o os discípulos, levantou-se, e entrou na cidade, e no dia seguinte saiu com Barnabé para Derbe.
Atos 14:19-20
Ele não parou, foi apenas um recuo estratégico, depois de tal acontecimento seu ministério continuou em grande estilo.
Cada momento deve ser vivido…mas não devemos parar nesse período da vida. É como uma gestação, desde da fecundação até o nascimento as etapas devem ser vividas, mas não ficamos gestantes para o resto da vida. E depois tem o corte do cordão umbilical.

3- Não podemos ficar estacionado: Por isso reflita nesse dia, veja se você ,não estacionou em uma estação saudade, decepção, amargura, medo, incerteza, e veja se derrepente a sua semente está morrendo, porque você está vivendo só o inverno ,e não da espaço para ,ás águas; ou então não da espaço para renovação das folhas, ou pior ainda não deixa o Sol da Justiça entrar e iluminar toda a sua vida, tirando aquele cheiro de mofo…

C. Não esta na hora de esquecer as coisa que para trás fica ,e prosseguir  para o alvo?

Deus abençoe sua vida

Pastor LucianoSilveira

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

O bom Samaritano

   Lc. 10:25

Int. Jesus nunca fez acepção de pessoas, todos nós independente da posição social, raça, cor, somos todos iguais para ele, temos o mesmo valor.
Porque Os judeus não se davam com os samaritanos? Com a invasão da Assíria no séc. VII a.C., muitas tribos de Israel foram levados para o cativeiro, dentre eles estavam os que habitavam a região chamada de Samaria. Então vários povos se misturaram aos que habitavam nessa região, introduzindo vários costumes abominados pelo povo judeu. Assim que, o judeu, considerava os samaritanos como povo de terceira categoria e até mesmo os chamava de cães, eram desprezados e marginalizados. O próprio Senhor Jesus, ao qual eles não tinham simpatia era chamado por eles de samaritano. João 8:48 Responderam, pois, os judeus e lhe disseram: Porventura, não temos razão em dizer que és samaritano e tens demônio?
C.M. Mas, Jesus vem para nos ensinar que Ele escolhe as coisas que não são para envergonhar as que são. Ele acolhe os excluídos, rejeitados, os sem esperança, os considerados lixo da sociedade. João 4:7 Nisto, veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber.

Quem era o homem assaltado, machucado e ferido? Aqueles que estão longe da presença de Deus, estão hoje na miséria, ferido na alma, na sarjeta... Lc. 4:18-19 O Espírito do Senhor está sobre mim, Pelo que me ungiu para anunciar boas novas aos pobres; Enviou-me para proclamar libertação aos cativos, E restauração da vista aos cegos, Para pôr em liberdade os oprimidos,
1-     Quem era o levita e o sacerdote? Falsas religiões, portas erradas em que batemos como, espiritismo e etc.
2-     Que era o bom samaritano? Ele era considerado inimigo, era rejeitado veementemente, mais foi o único que podia ajudar.
Ele foi a pedra que os edificadores rejeitaram: Vocês, também, como pedras vivas, deixem que Deus os use na construção de um templo espiritual onde vocês servirão como sacerdotes dedicados a Deus. E isso para que, por meio de Jesus Cristo, ofereçam sacrifícios que Deus aceite.
Ele era aquela luz que veio ao mundo: João 3:19  E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.
Carregou sobre sua montaria: Is. 53 Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.

4-Hospedaria: significa a Igreja onde as pessoas são tratadas com a palavra de Deus.
E tem ainda o óleo e vinho que tem um significado profundo nas escrituras.

5-óleo e vinho: representam o Espírito Santo que vai te capacitar a ter uma vida direcionada por Deus.



Unção com óleo: O óleo é símbolo do vigor, da força, da cura e da eleição. Na Grécia antiga, por exemplo, os participantes nos jogos olímpicos untavam-se com óleo – azeite virgem – para tonificar os músculos, dar vigor e beleza ao seu corpo. Esse mesmo óleo era utilizado por todos os povos da antiguidade para curar feridas abertas, pelas suas propriedades cicatrizantes. Além disso, a unção com óleo sobre a cabeça era o símbolo privilegiado da eleição divina de alguém: “Samuel pegou no corno cheio de óleo e ungiu David. A partir desse momento, o Espírito de Deus apoderou-se dele” (1Sam 16, 13). Ainda hoje usamos a unção com óleo como símbolo desta consagração ao Espírito Santo nos sacramentos do Baptismo, Confirmação, Ordem e Unção dos Doentes. Os nomes “Messias” e “Cristo” que significam em hebraico e grego “Ungido”, têm por base esta simbologia bíblica da unção-eleição de alguém por parte de Deus para realizar o Seu Projeto.
Vinho: Por que Jesus começou o Seu ministério terreno transformando água em vinho? Ele poderia tê-lo iniciado com algo mais extraordinário, como a multiplicação de pães e peixes, a cura dos dez leprosos, poderia ter andado por sobre as águas, livrando Pedro do afogamento, etc. Por que começar transformando água em vinho? O que há de extraordinário nisso? Por que só ali, ao contrário dos demais, Jesus transformou a essência do objeto. Quem sabe num prenúncio de qual seria de fato o Seu maior milagre, a transformação da essência humana. Em Cristo, o novo homem está para o velho homem assim como o vinho está para a água. Deus pode fazer maravilhas quando nos apresentamos a ele como vasos disponíveis para a sua obra (At 9:15). Era uma festa de casamento e o vinho havia acabado. O Vinho é a marca da alegria, e, como haverá festa sem alegria? Mas Jesus estava presente. E com Ele sempre o melhor acontece. Mas é necessário atentarmos para algumas atitudes que devemos tomar, pois elas são a base para a realização do nosso milagre. 

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Manasses e Efraim

 Gn. 41:49:52
Int. José precisou enfrentar muitos obstáculos para que o propósito de Deus se cumprisse em sua vida. 

1- Ódio dos irmãos
2- Traído pelo seus irmãos
3- Injustiçado
4-Esquecido
            José foi vendido a Potifar, alto funcionário de Faraó. Conquistou sua confiança e ele lhe entregou toda a administração dos bens e da casa. Mas sua esposa tinha outros planos para José, moço de boa aparência: sexo. Insistia para que José tivesse relação sexual com ela, o qual resistiu. José era fiel a DEUS           
Tinha motivos a justificar uma aventura amorosa em meio a tanta desolação, afinal, aonde estaria DEUS naquilo tudo? Mas resolveu ser fiel a DEUS. Então a esposa de Potifar mentiu que José a tentara violar, pelo que foi preso. Essa foi a recompensa pela fidelidade: receber o mal por bem.

            No calabouço lhe desvaneceu a pouca luz que restara. Apagou-se a tociga que fumegava. Mas achou mercê com o carcereiro que lhe tratou bem e o pôs como auxiliar. Anos se passaram e um dia foram presos dois altos funcionários do Faraó: o copeiro chefe e o padeiro chefe. Ambos sonharam e Josué interpretou o sonho deles. O padeiro seria enforcado em três dias, mas o copeiro em três dias seria guindado de volta à posição que gozava.

            Acendeu a luz da esperança. José pediu ao copeiro que intercedesse a favor dele a Faraó. Mas ele esqueceu e a chama da esperança de José outro vez se esvaiu. A fidelidade ao seu DEUS humanamente nada rendera, a não ser anos de prisão, tão injusta quanto a disposição homicida de seus irmãos.

            Entretanto, passarem-se dois anos, Faraó teve um sonho que o perturbara sobremaneira. O maior império conhecido amanheceu de sobressalto. Ninguém conseguia interpretar, porque Faraó sabia que seu sonho, naquela tão assustadora e nítida tinha um significado. Ali o copeiro lembrou-se de José e narrou a Faraó o que lhe ocorrera, de como o escravo judeu interpretara o seu sonho e o do enforcado padeiro.


Manassés =" levando a esquecer" Como alcançar lugares altos com mágoa, ódio no coração. Como ser feliz? O nome do primeiro filho de José significa: “ Que faz esquecer”. Mostrando que José não guardou na lembrança e nem no coração qualquer mágoa ou rancor em relação a tudo que sofreu. Ele entendeu que o Senhor estava com ele mesmo nas aflições e assim pode descansar no Deus de Israel. José não acalentou no coração qualquer sentimento contra seus irmãos que o venderam ao Egito, nem desejou vingança ou mal algum contra eles, mesmo tendo oportunidade para isso.

Myrpa ‘Ephrayim

Efraim =" duplo monte de cinzas: Eu serei duplamente frutífero" Efraim significa “Duplamente frutífero”. Ele aponta para a segunda fase da Obra de Deus na vida de José: o crescimento.
Depois que José passou por todas as suas tribulações, pela mão do Senhor, veio a se tornar Governador de todo o Egito. Todas as adversidades foram superadas e esquecidas e Deus reverteu o quadro da vida de seu servo. Agora era chegado o momento da benção e da abundância,
            Pela manhã saia do cárcere um homem descomposto, barbudo, escravo, prisioneiro, homem de dores, forjado no cúmulo da injustiça. A tarde, José saia da presença de Faraó como o segundo homem mais poderoso do maior império conhecido: o Egito em sua glória

Deus nos leva a lugares altos que nunca imaginamos.
1-     Num momento A VIÚVA DE Serepta estava pobre e arruinada, no outro vê a prosperidade chegando de forma abundante.
2-     Vemos uma outra tendo que dar seus filhos para serem escravos porque não tinha dinheiro para pagar a divida, no outro vemos Deus transformando-a em uma empresária.

Este é o Deus quer nos levar há lugares muito altos em 2014. Is. 41:18

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Quebrou o jugo do inimigo

Mt. 4:12-17
Int. A promessa de Deus é que Jesus estabeleceu um novo tempo de libertação e livramento das mãos do inimigo opressor, quebrando o jugo escravagista, quebrando a sua vara que fere os lombos e o seu poder de domínio  cruel e explorador. Com isto inaugurou-se o governo universal do SENHOR Jesus, com um jugo de amor.
Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de Mim, porque Sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a vossa alma. Porque o Meu jugo é suave, e o Meu fardo é leve - Mateus 11.29-30. Em Jesus temos uma nova proposta de vida: Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Permanecei, pois, firmes e não vos submetais, de novo, a jugo de escravidão - Gálatas 5.1
C.M. Naftali (que significa “Minhas Lutas”), mas a promessa era que, com a presença de Jesus o povo não andaria mais em trevas pois a luz resplandeceria sobres eles.
Segundo filho que Bila, serva de Raquel, deu à luz a Jacó em Padã-Arã. (Gên 35:25, 26; Êx 1:1, 4; 1Cr 2:1, 2) Visto que Bila substituíra sua ama Raquel, Naftali, assim como seu irmão germano mais velho, Dã, era considerado pela estéril Raquel como seu próprio filho. Embora sua irmã Léia já tivesse então quatro filhos (Gên 29:32-35), Raquel ficou jubilante com o êxito de obter um segundo filho por meio da sua serva, e exclamou: “Com lutas árduas lutei com a minha irmã. Saí também vencedora!” O nome dado a este filho, Naftali (que significa “Minhas Lutas”), expressou apropriadamente os sentimentos de Raquel por ocasião do nascimento dele. — Gên 30:2-8.
*Tuas lutas pode ser grande, além das tuas forças e capacidade de vence-las; mas como disse Raquel: Com lutas árduas lutei com a minha irmã. Saí também vencedora, Você também sairá vencedor por sobre tí vem surgindo uma luz. Is.60:1-2 Levanta-te, resplandece, porque é chegada a tua luz, e é nascida sobre ti a glória do Senhor. Pois eis que as trevas cobrirão a terra, e a escuridão os povos; mas sobre ti o Senhor virá surgindo, e a sua glória se verá sobre ti.


Zebulom : “Deus me concedeu” exaltar, honrar, ou uma casa elevada, Nome do sexto filho de Lia e décimo filho de Jacó “Zebulom”. Presente dado pelo noivo.
“De Zebulom disse: Alegra-te, Zebulom, nas tuas saídas marítimas, e tu, Issacar, nas tuas tendas. Os dois chamarão os povos ao monte; ali apresentarão ofertas  legítimas, porque comerão a abundância dos mares e os tesouros escondidos da areia” - Dt 33:18-19
Deus já havia dado muitas bênçãos ao povo desta cidade, mas com o passar do tempo tudo foi perdido porque o povo se afastou de Deus. A cidade de Zebulom se tornou uma terra difícil, visto que trevas espirituais traziam cegueira  para aquele povo, além de sombra e morte; isto é, morte de sonhos e projetos, falta de animo e de perspectivas.
Mas com a presença de Jesus eles tem novamente a possibilidade de salvação e de vitória, porque a luz voltou a brilhar sobre eles.
Com a presença de Jesus tiveram uma nova oportunidade de se tornar uma cidade prospera e feliz.
 Por meio de Jesus a vitória que precisamos nos é concedida, portanto é chegada a hora de tomar posse. De viver como filhos da luz, andando na luz. Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. João 8:12

C. Hoje temos novamente a possibilidade de dar a volta por cima em torno dos problemas, porque não estamos sozinhos! O povo que andava em treva viu uma grande luz... Dispõe-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do Senhor nasce sobre ti. “Porque eis que as trevas cobrem a terra, e a escuridão, os povos; mas sobre ti aparece resplendente o Senhor, e a sua glória se vê sobre ti” (Is 60.1-2).
Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

FALTA PÃO

 Rt. 1:1-5
Belém, cidade onde nasceu Jesus, significa "casa do pão". Houve um dia que faltou pão na casa do pão. Eram os dias dos juízes.
A fome é uma das experiências mais dramáticas na vida de uma pessoa. Ela produz inquietação, desespero e até mesmo a morte. Na época do profeta Eliseu, Samaria foi cercada pelos Sírios. Não entrava nem saída nada nem ninguém da cidade. O inimigo estava acampado do lado de fora. O povo de Samaria estava cercado e preso dentro dos seus muros. O pão acabou. O povo começou a passar fome. Eles tinham dinheiro, mas não tinham o que comprar. O desespero foi tão grande que as pessoas começaram a comer carne humana.
Belém de Judá também está enfrentando um tempo de fome. A terra que manava leite e mel estava agora assolada pela fome. Aquele era o tempo dos juízes. Uma época em que o povo com frequência se desviava do Senhor (Jz 21:25). Esse tempo pode ser resumido assim: prosperidade e bênção > apostasia > castigo > arrependimento > bênção > apostasia > castigo. A seca, a invasão do inimigo, a fome era um sinal de castigo de Deus sobre o povo rebelde.

C.M. Elimeleque, Noemi, Malom e Quiliom saíram de Belém e foram para Moabe, em busca de sobrevivência e ali encontraram a morte.
Tem pessoas que quando enfrenta a crise foge, foge porque é covarde ou talvez lhe falta disposição para lutar.
O que esta família encontrou longe da casa do pão? Encontraram a morte.
Da mesma forma muitos estão buscando alternativas longe de Deus e o resultado também tem sido a morte, sofrimento desnecessário, decepção e etc.

Na casa de Deus há fartura de pão, não se faz necessário buscar fora o alimento para sua alma. Jesus, pois, lhes disse: Na verdade, na verdade vos digo que, se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo. .João 6:53
Na parábola do filho prodigo Jesus esta ensinando justamente isto, quando saímos da casa do pão para buscarmos alimentos em outro lugar, vamos acabar como o prodigo, comendo farelo, resto.
Existem muitos por aí que estão mendigando o pão da alegria, embora possuindo muito, mas são carentes de uma vida satisfatória, precisam de muito para sentir tão pouco. A verdade é esta, só Jesus o verdadeiro encontramos o verdadeiro alimento.

Não é prudente sair da casa do pão em busca de alimento. Noemi teve que ali em Moabe enterrar seu marido e seus dois filhos. O que poderia ser mais triste do que perder sua família?
Como ela sobreviveria agora? De onde tiraria seu sustento? O que fazer em uma terra estranha e longe de sua parentela?
Sua situação era extremamente delicada, preocupante, era comum naquela época viúvas morrem de fome quando seus maridos morriam e não deixavam filhos para sustente-las.
O preço por abandonar a casa do pão às vezes é muito mais caro do estamos dispostos a pagar.
Mas há uma saída. Nosso Deus é misericordioso, tardio em irar-se, e grande em perdoar. E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. 2 Crônicas 7:14

Você tem projetos? E este projetos não afastar você de Deus?
Você quer ser prospero? Até que ponto esta prosperidade vai ser benéfico para tua comunhão com Deus.
Você quer um bom emprego? Até que ponto este emprego vai benção para você? Porque se ele atrapalhar sua vida com Deus, não será benção. Elimeleque, Noemi, Malom e Quiliom saíram de Belém e foram para Moabe, em busca de sobrevivência e ali encontraram a morte.
Muitos tem pensado somente no trabalho e esquecido daquele que lhe chamou para fazer a boa obra. Jesus falou do valor do trabalho e se julgou um trabalhado. Meu pai trabalha até agora...
Mas também deixou muito claro que a nossa principal preocupação deve ser com o reino de Deus. Mt. 6:40-43.
Precisamos clamar àquele que tem pão com fartura. A igreja é a casa do pão. Muitas vezes os famintos procuram pão e só encontram receita de pão. Os fornos estão frios e as prateleiras vazias. Precisamos de pão. Jesus, que nasceu na casa do pão, é o Pão da vida. Precisamos nos alimentar dele!
Noemi sofreu muito, mas aprendeu uma grande lição, e já dizia o sábio que o inteligente aprende com seus erros, mas o sábio aprende com o erro dos outros.
Veja como Noemi sai da casa do pão e como ela voltou!
Assim, pois, foram-se ambas, até que chegaram a Belém; e sucedeu que, entrando elas em Belém, toda a cidade se comoveu por causa delas, e diziam: Não é esta Noemi?
Porém ela lhes dizia: Não me chameis Noemi; chamai-me Mara; porque grande amargura me tem dado o Todo-Poderoso. Cheia parti, porém vazia o Senhor me fez tornar; por que pois me chamareis Noemi? O Senhor testifica contra mim, e o Todo-Poderoso me tem feito mal. Rute 1:19-21
Quando ela voltou para casa do pão, Deus abriu uma porta através de Rute sua nora que subiu junto com ela.
C. Em comparação com o que Deus já fez e quer fazer, estamos catando farelos, enquanto ele tem para nós, um crocante pão quentinho, que acabou de sair dos fornos do céu. Ele não é Deus de migalhas e de escassez. Ele está esperando que nós o busquemos de todo o nosso coração. (2 Crônicas 7:14).
Não importa o que você precise ou o que falte em sua vida – o que você realmente precisa é de Deus. E para tê-lo, precisa estar faminto! Faça como Elias, dobre os joelhos e peça a Deus que rasgue os céus e envie chuva para que haja Pão na Casa do Pão.
E quando a benção chegar, permaneça fiel a seu Deus, a Igreja a sua família para que a benção não se torne em maldição.
Deus abençoe sua vida!

Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA