MENU

domingo, 13 de agosto de 2017

Gideão construiu um altar e chamou O Senhor é paz (Jz 6.24)



Int. Os midianitas oprimiram os israelitas por sete anos. Eles subiam cada ano e tomavam os produtos alimentícios dos campos e todos os animais dos hebreus. Para sobreviver, os israelitas escondiam alimentos do inimigo. Gideão estava preparando comida para escondê-la dos midianitas.
Esta opressão vinha de muitos anos, Israel estava completamente dominada por este povo.
Tudo o que Israel produzia era saqueado por este povo que vinham de bandos para saqueá-los.

Resultado de imagem para altar de gideaoC.M.A causa desta opressão é descrita na palavra de Deus.  “Fizeram os filhos de Israel o que era mau perante o Senhor; por isso, o Senhor, os entregou nas mãos dos midianitas por sete anos” Jz 6.1.
Enquanto Israel andava na presença de Deus em obediência e adoração Deus cuidava e protegiam o seu povo.
Quando o povo se afastava de sua presença e fazia o que era mal, eles colhiam os frutos amargos por terem deixado Deus de fora de suas vidas.

Durante muitos anos o povo esteve afastado de Deus e sofrendo com a opressão dos midianitas. Quando vivemos longe de Deus não vai faltar opressor para nos oprimir também.
Eles vinham como gafanhotos: Gafanhotos era uma expressão usada na bíblia que significava maldição. Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá o gafanhoto. O estrangeiro, que está no meio de ti, se elevará muito sobre ti, e tu mais baixo descerás; Deuteronômio 28:42,43.
O que ficou da lagarta, o gafanhoto o comeu, e o que ficou do gafanhoto, a locusta o comeu, e o que ficou da locusta, o pulgão o comeu. Joel 1:4.
Os gafanhotos também foram uma das dez pragas que venho sobre o Egito nos dias de Moisés.
Podemos concluir que a maldição que estava sobre Israel era grande e trazia muito sofrimento ao povo.

Israel ficou debilitado: Esta opressão enfraqueceu Isael, ou seja; tornou-se um povo fraco, desprezível perante seus inimigos.
Outrora Israel causava medos nos seus inimigos, mas agora era um povo frágil e desprotegido, fácil de ser vencido e abatido.
A escolha de viver alheia a vontade e ao proposito de Deus leva as pessoas a colher este tipo de frutos.
A presença de Deus em nossas vidas nos faz forte, nos capacita a superar grandes desafios, mas sem a sua presença somos frágeis e pequenos demais.
Jamais devemos esquecer que de Deus vem nossa força, nosso sustento, nossa segurança, porque nada somos e nada podemos sem ele.

Este povo ficou pobre: Tudo o que produzia os midianitas roubavam e eles nada podiam fazer.
Estavam distante de Deus, em desobediência a sua palavra, dependia da sorte e suas capacidades intelectuais.
Por esta razão viviam dias sombrios, sem esperança quanto ao futuro.
O que seriam de seus filhos?
O que seria de sua nação?
Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão. Salmos 37:25.
Quando andamos na presença de Deus nosso futuro pertence a ele e sabemos que tem o melhor a cada um de nós.

Esta opressão durou até o dia em que o Anjo do Senhor apareceu para gideão:  Imagine este homem, trabalhando com medo do inimigo, quando ele ouviu as palavras do Anjo: "O Senhor é contigo, homem valente".
E Deus assim fez porque o povo resolveu clamar a Deus. V.7.
Deus é misericordioso, sempre disposto a perdoar e mudar nossa história, ele esta disposto a nos perdoar e mudar nossa história.
Era a resposta da oração do povo, porém Deus precisava de alguém para outra vez levantar  m altar ao Senhor.
A adoração precisa voltar, assim como o sacrifico de adoração.
Deus precisava de alguém para mostrar ao povo o caminho do altar, eles precisavam voltar a adorar a Deus.
Deus quer e pode mudar sua vida, porém ela precisa colocada diante do altar do Senhor.

Gideão edifica um altar: Neste altar ele declara “O Senhor é Paz”. Ele estava declarando através daquele altar que o Senhor estaria devolvendo a paz sobre seu povo.
Esta paz há muitos anos estava faltando em Israel, mas agora seria diferente.
O povo estava fazendo uma aliança com Deus novamente, entregando suas vidas pra ele, deixando que Deus cuidasse deles novamente.
E o altar representa isto, sacrifico e adoração, o povo voltou-se para o altar.
Voltaram a ter comunhão, sacrificar e adorar ao verdadeiro Deus, e por isto Deus daria um grande livramento ao seu povo.

C. Naquela mesma noite Deus mandou Gideão derrubar o altar de baal e edificar um altar ao Senhor e mais uma vez sacrificar neste altar.
Fica claro que Deus quer o centro de nossas vidas, ele deseja estar em nosso coração, que o amemos e o adoremos em Espirito e em verdade.
Gideão obedeceu e Deus o usou de maneira milagrosa para libertar Israel de anos de opressão.
Não foi uma tarefa fácil, foi penosa, que levou Gideão ter que confiar totalmente em Deus.
Será assim em nós também, para que Deus esteja no centro de nossas vidas com certeza precisaremos abrir mão de algo. Talvez tenhamos que tomar algumas atitudes radicais, mas agindo assim à vitória de Deus em nossas será inevitável.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

A Obediência Gera o Milagre, Lc.9:14-15


Int. A obediência está diretamente relacionada com o amor. Se amamos a Deus, vamos obedecer os Seus mandamentos.
Se virmos a Deus como nosso Pai e acreditamos que Ele sabe o que é melhor para nós, devemos obedecer tudo aquilo que Deus tem para nós. A desobediência é a origem dos problemas da Humanidade.
Israel sofreu quarenta anos num deserto escaldante porque desobedeceu.
Resultado de imagem para multiplicAÇão de paO Saul o primeiro rei de Israel perdeu seu trono porque desobedeceu.
Adão e Eva desobedeceram e perderam o direito de viver o melhor de Deus para suas  vidas.
 Quem dera eles tivessem sempre no coração esta disposição para temer-me e para obedecer a todos os meus mandamentos. Assim tudo iria bem com eles e com seus descendentes para sempre! Deuteronômio 5:29.

C.M. o povo estava distante de casa, voltar sem se alimentar seria uma caminhada difícil e penosa visto havia muitas crianças na multidão.
Onde encontrar comida àquela hora quando o dia já declinava?
O que era cinco pães e dois peixinhos para quase vinte mil pessoas?
Perguntas difíceis de responder, problema aparentemente insolúvel.
Muitas vezes estamos também em uma encruzilhada, muitos problemas, muitas duvidas.
O que fazer em uma situação emblemática?
Os discípulos não sabiam o que fazer muitos de nós em algumas situações também não sabemos o que fazer ou que direção tomar.
Das muitas lições deste texto quero destacar uma!
A obediência à palavra de Jesus gera o milagre, a multiplicação e manifesta o sobrenatural.
Jesus mandou os discípulos organizar o povo em grupos de cinquenta: Numa multidão de quase vinte mil pessoas e doze homens, convenhamos que não era uma ordem fácil de obedecer.
Às vezes obedecer vai custar certo preço, coragem, atitude e principalmente amor a Deus, porque ama obedece ainda que lhe de algum trabalho. "Por que vocês me chamam 'Senhor, Senhor' e não fazem o que eu digo?
Lucas 6:46.

A obediência gera o milagre :Não tinha onde comprar pão pra tanta gente!
Jesus então opera um milagre que só ele pode fazer, resolve um problema que só ele pode fazer.
Tem coisas que só Deus pode fazer, tem situações que só ele pode mudar.
Por isto milagre não acontece por acaso, se estamos na obediência, milagres fazem parte de nossa vida.

A obediência traz a multiplicação: Cinco pães e dois peixinhos foram suficientes para sanar aquele problema.
A questão não quanto você tem ou quanto você ganha, e sim se você é obediente ou não.
Porque a obediência gera multiplicação em  nossas vidas.
Deus quer que aprendemos a confiar e depender nele.
Quando enviou seus discípulos os orientou a não levarem nada, nem dinheiro, comida ou roupa.
Porque queria ensiná-los que através de sua obediência seria supridos em de todas as coisas.
Lucas 9:3 E lhes orientou: “Nada leveis convosco pelo caminho: nem bordão, nem mochila de viagem, nem pão, nem dinheiro e nem mesmo uma túnica extra.

A obediência manifesta o sobrenatural: Viver o natural é depender da sorte, mas viver no sobrenatural é viver na certeza que não existem causas impossíveis.
Porque viver no sobrenatural é viver na fé em Deus, na dependência dele com a convicção que sempre a última palavra vem dele.

C. Se a obediência gera milagres, multiplicação e manifesta o sobrenatural, porque ainda temos dificuldade em obedecer?
Porque ainda retém-se o dizimo a oferta na casa do Senhor?
Porque ignoramos o IDE de Jesus?
Isto é mandamento e não um pedido de Deus.
Veja bem, não podemos ser apenas admiradores de sua palavra, mas sim praticantes.
O Primeiro milagre de Jesus que foi transformar água em vinho aconteceu porque ouve obediência.
Maria disse: “Fazei tudo o que ele disser”.
Abraão obedeceu quando Deus lhe pediu seu filho, porém viu o Deus da provisão agindo em sua vida.
Josué e Calebe foram obedientes até o fim, herdaram a terra prometida e puderam desfrutar do melhor de Deus a eles.
Obedecer continua gerando milagres, transformando vidas, salvando pessoas.
Não deixe de falar as palavras deste Livro da Lei e de meditar nelas de dia e de noite, para que você cumpra fielmente tudo o que nele está escrito. Só então os seus caminhos pros­perarão e você será bem-sucedido.
Josué 1:8.

Deus abençoe sua vida!


Pastor Luciano Silveira

domingo, 6 de agosto de 2017

Elias restaura o Altar, 1Rs. 18


Nos tempos de Elias, Israel sofria com uma grande seca. Havia miséria pela falta de chuvas. A Bíblia cita a fome extrema em cidades como Sarepta e Samaria, por exemplo. A restrição era tão grande que Acabe, rei de Israel que era mau diante de Deus, chamou seu mordomo Obadias para ajudá-lo a encontrar ervas para os cavalos comerem.
Israel teve sucessivos reis maus e irresponsáveis para com Deus.
Como é narrado na bíblia, Acabe, que era filho de Onri, fez coisas piores que seu pai e os reis do passado; e ainda casou-se com Jezabel, que adorava Baal. O casal ergueu altares para os deuses falsos e matou os profetas do Criador. Não tinham respeito por Deus. Por isso, Elias determinou para Acabe que uma grande seca viria.
Resultado de imagem para elias e o altarContudo, no terceiro ano de estiagem, Deus falou para Elias que daria chuva a Israel e que desejava restituir a união que havia com Seu povo. Foi então que Elias desafiou os 450 profetas de Baal e os 400 de Aserá no Monte Carmelo, mostrando que Deus era vivo e poderoso. Ao ver as chamas consumindo o sacrifício, os israelitas adoraram ao Criador, compreendendo Sua autoridade.

C.M. O que fez Elias para mudar a história do povo de Deus que vivia debaixo de uma maldição?
Convocou o povo a tomar atitude: Se Baal é deus, seguem ele; mas se Deus é Deus, servir a ele.
Não há com agradar a Deus e ao mundo, precisamos tomar atitude de andar com Deus e servir a ele.
Viver com Deus inclui renuncia, transformação e adoração.

Restaurou o altar do Senhor: Se o altar estava destruído significa que o povo a multo tempo não sacrificava mais nele.
-Não sacrificar no altar significa que nossa vida om Deus esta em ruínas.
-Significa uma vida distante de Deus, porque não há vida longe do altar.
-Significa que acabou nossa gratidão, porque tudo que sacrificamos no altar de Deus é por gratidão por tudo o que tem feito por nós.
Como resultado de uma vida longe do altar Israel vivia dias sombrios, totalmente entregue a idolatria e práticas religiosas estranhas.
Isto trazia opressão, sofrimento e levava o povo a viver na maldição.
Três anos sem chuva que estava tornando Israel um deserto escaldante e sem vida.
Tudo no campo e na cidade estava morrendo também.
Uma vida longe do altar de Deus resulta em aridez e sequidão onde muitos veem sua família se diluindo, suas finanças minguando, sua saúde indo embora e nada podem fazer.

Colocou doze pedras: Estas pedras representavam as doze tribos de Israel, com isto Elias estava chamando o povo para voltar ao altar, se voltar para Deus.
Sempre é tempo de voltar, de arrepender-se e para isto precisamos reparar o altar em nossas vidas convidando o Senhor para nos dirigir.
Estar longe do proposito e da vontade de Deus é abrir mão da promessa de Deus.

Enchei de água: O povo tinha uma necessidade de água, dinheiro tinha, mas água faltava.
Para que o povo pudesse ver milagre, manifestação do poder de Deus eles precisaram sacrificar no altar.
Onde encontrar tanta água para três vezes encharcar aquele altar?
Deus abençoa que tem atitude, não adianta desculpas, precisamos agir por fé.
Deus age em nossas necessidades quando temos atitudes de fé e não porque simplesmente precisamos de algo.

Então Elias clama ao Senhor: O Senhor responde com fogo sobre o altar que consumiu tudo, pedras, lenha água e lenha.
Isto mostra que Deus recebeu o sacrifício do povo, que chegou diante dele como cheiro suave.
A tão sonhada chuva veio horas depois, o povo sacrificou um pouco de água, mas ninguém vence Deus no dar.
Deus depois de mais de três anos deu a eles chuva abundante que regou a terra e acabou com a estiagem.
A vida começou a brotar, a esperança começou a renascer nos corações.
Israel percebeu que longe de Deus não dá viver!
Depois que o altar foi restaurado a chuva voltou com abundancia.

C. Restaure o altar em sua vida, logo você ouvira o barulho da chuva sobre teu casamento, ministério, tua família e etc.
Então darei a chuva da vossa terra a seu tempo, a temporã e a serôdia, para que recolhais o vosso grão, e o vosso mosto e o vosso azeite. Deuteronômio 11:14.

Deus abençoe sal vida!


Pastor Luciano Silveira

PALAVRA DE VIDA